30.9.07

Cansados novamente

E finalmente chegou o grande dia. Anunciado durante muito tempo, em diversas comunidades no ORKUT (ambiente propício para a exortação da insensatez) como a "GRANDE VAIA", o movimento conseguiu reunir pouco mais de 3 dezenas de aficcionados, na manhã de ontem, em Curitiba (eita cidadezinha esquisita).
Foi necessário a arregimentação de VÁRIOS IDOSOS, que nem sabiam o porquê de estar ali.
Já São Paulo- megalópole, com quase 8 milhões de viventes- reuniu cerca de 200 pessoas na avenida Paulista (olha o lugar). Segundo a rádio Jovem Pan, cerca de 200 pessoas ocuparam duas faixas da via. Segundo a Companhia de Engenharia de Tráfego (CET), o protesto não atrapalhou o trânsito no local. Um trio elétrico animou os manifestantes, que gritavam palavras de ordem como "Fora Lula", e "Ética já".
O protesto aconteceu em mais de 15 cidades brasileiras. Mas a adesão foi tão pequena e quase não foi percebido. O objetivo da manifestação era realizar uma vaia coletiva contra a corrupção.
Em Curitiba deu menos de 30 pessoas, a maioria idosos.
A moçada, garotada nova, já não entra mais nesse clima de tentativa de golpe. Está vendo que a coisa melhorou. (Jacomino Pires)

Concurso

Amanhã, às oito e meia de cedo, vou estar na UEM fazendo parte de um juri para escolher a melhor foto de ipê roxo. O convite foi feito há tempo por Jorge Villalobos. E um convite de Villalobos não pode ser recusado. Grande cara.
Quando ele me ligou eu entendi que era pra escolher a melhor fotografia de um "em pé, roxo" e não aceitei. (risos)

Vida inteligente na TV

Eu não sou de assistir televisão, mas agora liguei e passei um pano num programa do Tom Cavalcante. Não sei se é e novidade, mas ele faz o programa como João Canabrava; coloca um sofá na Praça da Sé (parodiando a hebe) e detona . Pega moradores de rua e artistas de rua, engraxate e muitos nordestinos e músicos populares, tudo com muito humor e escracho solta. Uma das melhores coisas que eu já vi na TV.
Lembra um pouco o Perdidos na Noite que o (argh) Faustão tinha nos anos 80. Mas tudo que é bom dura pouco. Aí vem ele como uma empregada doméstica num quadro de estúdio, totalmente ridículo, noves fora um monte de propaganda. Mas no geral deu pra si divertir nesse domingão bobo.

Hoje eu tava com a macaca

Agora de manhã, peguei a bike e por volta de 10h fui no Bar do Nelson, lá no Borba Gato. No que eu pisei dentro do boteco (que fica a 1.096 passos de minha casa- eu contei certa vez) a Alemanha marcou um belo gol, e eu vibrei- brincando, claro-. Tô nem aí com futebol feminino, e masculino também. A turma presente começou a detonar comigo. "O Lukas veio pra azarar"; "Vamos dar cincão pra ele ir embora", disseram.
E não que eu agourei mesmo?
Na hora do pênalti para o Brasil eu falei que a goleira ia defender. "Mulher canhoteira, batendo pênalti? A goleira vai rebater. Canhoteiro não sabe bater pênalti", eu falei.
Não deu outra. Aí ferrou com os caras querendo me dar umas muquetas (no bom sentido). "O Lukas é alemão, esse filho da mãe! Vai embora daqui. A gente vai dar 10 reais pra você ir embora. Bão...
Aí veio o escanteio pro time alemão, na ala esquerda e eu falei: " Ó... vai ter gol de cabeça". Tava na cara. Eu já tinha pago a cerveja e a bike tava sossegada, era pular e desandar no mundo, rumo ao barraco. Não deu outra... outro belo gol. Fosse um boteco de pessoas desconhecidas eu seria linchado. Saí dando risada, montei na coisa e fui pedalando. Amanhã ninguém lembra de ficar com raiva dimim.

Inclusão social

Os movimentos sociais conseguiram ganhos maravilhosos na sua luta por boas políticas de inclusão social. Ainda há muito o que fazer, muito já foi feito. Mas, é um engano achar que a elite mudou sua forma de ser e pensar. Apenas se tornou deselegante falar em público o que só deve ser dito em privado sobre o tema inclusão social.
A postura é a mesma: dentro do possível a mídia não divulga e muito menos debate o tema. Dentro do possível a mídia destila seus preconceitos com argumentos pseudo-racionais. A elite compra os jornais e revistas e suas empresas anunciam nelas. A classe média sonha em ser da elite e bobamente entrega o jogo.
Exemplo: o programa de inclusão social dos Correios permitiu com que milhões de pessoas recebessem em casa cartas e encomendas. Receber carta em casa, do mesmo modo que acontece nos bairros da elite e nos de classe média. Você viu alguma notícia sobre isto nos jornais? Você sabia que os Correios, antes do atual governo, considerava antieconômico levar cartas até esta população?
Observe bem – a exclusão social não acontece por que a elite diz: somos sacanas, tudo para nós e nada para eles. Ela não fala isto jamais. É dissimulada. Há sempre razões de ordem “prática” e “racional” que geram a exclusão. E os bobos da classe média apóiam esta situação.
Não se entregava carta na casa dos mais humildes por ser antieconômico, entendeu? O dinheiro público deve ser utilizado para a Ivete Sangalo fazer o DVD do seu show e ficar bem mais riquinha e cansadinha.
Isto é "cultura", segundo eles, e vale a pena investir e apoiar. Entendeu? São quase um milhão de reais de recursos públicos para a princesa fazer o DVD do seu show. Tudo dentro da lei. Já que a lei é feita para levar o dinheiro para os bolsos dos mais ricos e deixar sem recursos os mais pobres. Afinal, entregar cartas nas casas dos mais humildes é antieconômico, não era isto que se dizia?

Netinho

O deputado federal ACM Neto (ex-PFL, hoje DEM) trocou a histeria dos holofotes da CPI contra isso, CPI contra aquilo, para fazer palestras sobre um tema do qual nada entende.
Ele percorre universidades baianas fazendo campanha contra a CPMF, o imposto sobre o cheque criado pelo seu partido (PFL) consorciado com o PSDB, no governo FHC. Na prática, ele prega um genocídio com o fim da CPMF.
Ele se esquece de informar aos seus ouvintes que dos R$ 36 bilhões/ano arrecadados 42% vão para a saúde, 22% vão para a Previdência e 20% para o Bolsa Família. A tese neoliberal é acabar de vez com a CPMF e os pobres que se explodam.
O neto de ACM é contraditório. Seu partido berra que faltam recursos para a saúde e, ao mesmo tempo, ele quer acabar com a fonte de financiamento da saúde. É uma esquizofrenia total. Branco, rico e direitista convicto, ACM Neto não gosta de pagar impostos. Na melhor das hipóteses é o representante dos que não gostam de pagar impostos. Não pode ser levado a sério.

Livros

Desde 2004, o governo Lula isentou completamente de impostos federais a publicação de livros.
Para não deixar dúvidas: ninguém paga impostos federais quando compra um livro. No entanto as Editoras não repassaram esse benefício ao consumidor, mantendo os preços de antes e embolsando os lucros.
O presidente Lula cobrou das editoras o repasse aos leitores, barateando os livros, durante solenidade comemorativa dos 110 anos de fundação da Academia Brasileira de Letras (ABL), no Rio de Janeiro.
Todos os grupos da grande imprensa possuem editoras que também publicam livros. Além da Abril, há a Editora Globo, a Publifolha da Folha de São Paulo, etc.
O imprensalão aproveita-se do fato, e depois, cinicamente, critica, quando o presidente eleva a auto-estima dos brasileiros de baixa escolaridade, dizendo-lhes para levantar a cabeça e ir à luta para conquistar um lugar ao sol como ele próprio conseguiu. O imprensalão insiste (ou por incapacidade ou por má-fé) como desincentivo à educação e cultura.
Na ABL, o presidente Lula reafirmou que o governo quer instalar até 2008 pelo menos uma biblioteca em cada município, a fim de contribuir para a redução da desigualdade cultural e de permitir a todos os brasileiros o acesso ao livro e à leitura. E lembrou que em 2003 havia 1.173 municípios sem nenhuma biblioteca e que hoje esse número caiu para 613. (Blog da Helena)

Novo encalhe

A revistinha veja vai amargar mais um encalhe na edição desse final de semana. Anteciparam a data da morte de Che Guevara (09/10/67) e deram de capa- falando mal dele, claro- típico de um jornalismo ultradireitista e rasteiro.
Vai encalhar porque quem gosta do Che não vai comprar, e que não gosta também não vai. Resta ficar com pena dos assinantes, que vão mais uma vez receber essa porcaria em suas casas.

29.9.07

Stanislaw Ponte Preta

"Silva ‚ um desconhecido que inventou a maior fam¡lia do mundo."
A frase é uma das muitas ddo carioca Sérgio Porto, o Stanislaw Ponte Preta, que morreu novinho, aos 45 anos. Hoje tem 39 anos que ele se foi. Sérgio Porto é autor de Tia Zulmira e do popular FEBEAPÁ (Festival de Besteiras que Assola o País).
Ao contrário do que parecia ser - um cara folgado, brincalhão, gozador e pouco chegado ao trabalho, Sérgio Porto, por suas inúmeras atribuições, era um lutador. Nos últimos anos de vida tinha uma jornada nunca inferior a 15 horas de trabalho por dia.
"Só estou levantando o olho da máquina de escrever pra botar colírio. Hoje fui gravar na televisão e antes foi aquela batalha contra as teclas. Estou trabalhando demais, outra vez. Só para esta semana: seis Stanislaws, um Fatos & Fotos, um final apoteótico para o novo programa do Chico Anísio, roteiro e script para aquela bosta chamada Espetáculos Tonelux, depois quadros humorísticos para a TV Rio, Miss Campeonato, Da Boca pra Fora, o programa de rádio Atrações A-9, além da revisão do livro O Homem ao Lado que será reeditado no próximo mês e da gravação do programa Qual é o assunto?" .
Para alguém que teve seu primeiro infarto ao 36 anos, era demais.
Um texto muito legal sobre ele foi escrito pelo mineiro Paulo Mendes Campos. Eu recomendo ao noqueiro clicar aí:
http://www.releituras.com/spontepreta_bio.asp

Sabadão

Programa de índio para esse sábado à noite -que promete chuva: encher o tanque do AH, É? em um posto que fica perto da Igreja São José, onde o álcool está R$0,99, e depois bater um rangão no restaurante do Jamil, que fica na mesma quadra.
Jamil, sua mãe e a mulher cozinham que é pra acabar. Comida caseira e atendimento de primeira.

Clonagem ou sacanagem?

Olha só como estão as placas clonadas, ou má fé, mesmo.
Conversando com um povo no boteco, hoje, antes do almoço: Mainha- que é motorista de caminhão- disse que seu filho recebeu multa de 200 e tantos reais por ultrapassar o limite de velocidade em Ponta Grossa. Ocorre que o filho dele nunca esteve nessa cidade.
O Marcos falou que seu cunhado recebeu multa, com foto de um Gol por excesso de velocidade, feita no bairro de Moema, em São Paulo. Acontece que o rapaz possui uma Belina!, da mesma cor (cinza escuro) e já faz dez anos que se mudou de Sampa. A placa é mesma.

Outro encalhe

A Revista Veja havia amargado um monumental encalhe nas bancas na semana passada, por falta de compradores. A foto é real, tirada 6a. feira à tarde, dia 28/09, no Rio de Janeiro, em banca situada em bairro de classe média abastada, zona sul do Rio de Janeiro.
Perda de credibilidade, jornalismo de má reputação, enfim, desmoralização, dá nisso.

Revistinha

Chamada de capa da veja na semana que vem : "Ligações perigosas- Lula tomou uma Schin no Bar do Zé em 98 e ainda não pagou"

28.9.07

Cachorrinho

Agora à tarde, por volta de seis horas, estava no bar do Tuti. Um cachorrinho de médio porte atravessou a Nildo Ribeiro. Eu fiquei vendo o filho da mãezinha, curtindo ele, rebolando e com a língua de fora, louco pra chegar em casa. Atravessou uma pista, passou pelo canteiro e a gente ouviu o barulho. Com o perdão das palavras, mas dois filhos da puta, que devem ter a mãe na zona, que são cornos e bichas, pareciam apostar uma corrida e um dos carros atropelou o bichinho, bem no cruzamento.
Eu manjo de cachorro. Ele percebeu UM carro vindo e sentiu que dava pra atravessar. Ai veio o filho da puta, acelerou e cortou o outro de forma irregular (Eu sou o bicho!!!!, deve ter pensado).
O Tuti me chamou pra mostrar. Corri pro asfalto, catei o bichinho, todo ensanguentado e levei pra calçada, embaixo de um poste. Ninguém ajudou. Não tinha mais nada pra fazer mesmo. O asfalto ensopou de sangue e ele ficou ali com o olho vidrado, o rabinho balançando, e soltando sangue pela boca e respirando em seus estertores. Acariciei ele e chorei um pouquinho, pedi desculpas pra Deus e rezei pra ele. Ele durou um tanto, coisa de três minutos.
Estragou meu final de semana.

Ninguém gosta?

Terça-feira comprei inhame na feira e vou fazer pro jantar desta sexta. Aí eu fui procurar umas receitas alternativas na rede, já que o uso do inhame e seu primo, o cará, é limitado. E olha o que eu li no site Tudo Gostoso (que é muito bom, por sinal- eu recomendo) :
(...)Pode servir com peixes ou carnes, é um legume que ninguem gosta mas muito simples de fazer e econômico.
Coisa mais besta. Eu adoro inhame e cará e conheço um mundaréu de gente que aprecia. Dizer que ninguém gosta? Então por que colocaram a receita?. Mandei um e-mail questionando. Vamos ver o que eles respondem.
Longa vida ao Inhame e ao cará!!!

Carne à vontade

Selena, a neta caçula do nosso companheiro professor Firmino completa 19 anos amanhã, sábado. Vai ter festa e carne a dar com pau. O pessoal está sendo convidado pra comer à vontade.

Viva!

A melhor notícia do dia até agora: mirian leitão vai entrar em férias CBN por tempo indeterminado. Ela devia dar um pulinho lá no Iraque. (Jacomino Pires)

Atividade

Li no jornal que o filho de um vereador maringaense que fugiu de casa é hiperativo, e comentei com um noqueiro. Aí ele falou "Pelo menos o garoto é ativo, por que o pai na Câmara...".

Consciência

O site da revista Carta Capital tem enquete sobre meio ambiente. Até agora 3158 pessoas votaram.
*Separo o lixo para reciclagem
21.34%
(674 votos)
*Evito todo desperdício de água
31.73%
(1002 votos)
*Apago as luzes durante o dia
34.99%
(1105 votos)
* Pego e dou carona no trabalho
6.71%
(212 votos)
* Confesso, não faço nada
5.22%
(165 votos)

Maravilha

Voltando da padaria, hoje, às 5h40, passei pelo João e seu carrinho de catar material reciclável. Ele mora lá no Jardim Universo e já estava descendo em direção ao barraco.
- E aí, João. Maravilha?- eu disse.
- Ôpa, tudo bom. - respondeu, continuando a marcha e eu pedalando a bicicleta.
Aí me deu acesso de riso mórbido, pensando na expressão imbecil que usei. Ainda bem que onde eu moro é um deserto e tava todo mundo dormindo. Comecei a imaginar eu parando pra cumprimentar o João e seus três cachorros. Vamos à cena:

- E aí, João. Maravilha? (E os cães lá, cheirando a barra da minha calça e o tênis)
- Ôpa, tudo bom. Acordei às 3 da manhã, comi um pão seco sem margarina e com uma água de batata, que é pra economizar o pó. Aí peguei esse carrinho, que pesa seis vezes mais que eu, dei um pouco de polenta pra esses esfomeados aí e puxei esse negócio de casa até o Maringá Velho.
Perto do Borba Gato me deu um dor de barriga e eu tive que entrar no meio do mato, e esses cachorros me rodeando e enchendo o saco. Depois que me aliviei eles ficaram lá no terreno baldio.
Enfiei a cabeça em uns 15 contêineres pra pegar latinha, papelão e resto de comida pra essa raça aqui (os cães). Quase fui atropelado por um desses carrões que tem aí. Um cara ali perto do Cidade Canção tava bêbado e veio pra cima de mim, me xingou, chutou o carrinho e foi embora.
Agora eu tô aqui, a uns cinco quilômetros de casa, com a barriga roncando, puxando essa merda de carrinho e acho que vou faturar uns 10 reais com essa carga.
Como você disse, tá uma maravilha. Minha vida tá uma maravilha. Tchau.

Nova opção

A Rede Record estreou ontem a Record News, canal de notícias 24 horas em Tv aberta. Edir Macedo disse que quer acabar com o "monopólio da notícia", referência indireta à Rede Globo. A Globo News é acessível apenas por assinatura. Achei legal a iniciativa. Aqui em casa está sendo sintonizada no canal 43.

27.9.07

E a mídia golpista se ferrou de novo

Bovespa fecha em marca histórica dos 61 mil pontos
A Bolsa de Valores de São Paulo passou dos 60 mil pontos pela primeira vez, seguindo clima de otimismo dos investidores com a economia americana.

A Bovespa (Bolsa de Valores de São Paulo) caminha para emendar o quarto recorde consecutivo nesta quinta-feira. O mercado brasileiro opera relativamente "descolado" das Bolsas americanas, refletindo tanto a entrada de dinheiro novo quanto pespectivas mais positivas para os EUA, o principal fator de risco das Bolsas.
O Ibovespa, principal indicador da Bolsa brasileira, tem ganhos de 0,82%, aos 60.202 pontos. O volume financeiro é de R$ 3,23 bilhões.
O dólar comercial é negociado a R$ 1,844 para venda, com declínio de 0,27%. A taxa de risco-país marca 174 pontos, número 3,57% superior à pontuação final de ontem.

A gente nem sabe como funcionam as Bolsas, mas, convenhamos, em época de "crise" no Mercado Mundial, o Brasilsão do Lula e de todos nós tá indo bem pra caçamba, mas sempre vai ter um cheirador do arnaldo jabor e uma lúcia hipólito, e uma cbn e uma rede globo pra tentar melar o governo. Eu escrevi arnaldo jabor? Me desculpem, eu errei: é "a bichona do arnaldo jabor". Quis ser cineasta de sucesso e não o foi (recebeu dinheiro do governo militar pra produzir duas ou três porcarias) , se acha jornalista e não sabe o que é isso; se sente "crítico", e não gosta quando alguém critica um texto dele. Enfim, um zero à esquerda.

Mas se "acha" ; seus textos medíocres são publicados em vários jornais ( "Eu publico minhas crônicas em vário jornais do País e não admito..."), se referindo quando alguém discorda de seus "pensamentos". Pobres jornais e coitados dos leitores. Mas, nesse mundo tem bobo pra tudo. Tem gente até que assina a revistinha veja.

Se acha brasileiro, mas é doido pra morar nos EUA. Em suma, um cara frustrado e que deveria ter nascido em outro lugar. É um vendido de marca maior. Hoje está ganhando uns troquinhos do PSDB e do DEM para elogiar o FHC, o Coitado-maluco; e chamar o Lula de burro. Vive chamando qualquer um que seja de centro-esquerda de fascista, sendo que fascista é ele mesmo, até o dedão do pé. Um cara recalcado que perdeu a graninha pra filmar aquelas merdas e virou, inclusive, especialista em crises aéreas, depois do acidente com o avião da TAM.
Aliás, se tiver um acidente com um pára-quedas e alguém morrer, na visão dele, a culpa vai ser do Lula. Permita o noqueiro uma viajenzinha pela mente doentia e cheia de pó desse vendidão que deve ter a mãe na zona:
"Amigos ouvintes... esse governo que aí está é algo vergonhoso, a coisa mais podre que já se instalou nesse país. O material que está sendo utilizado pra confccionar os pára-quedas vêm de Cuba; aquela ilha nojenta pela qual o presidente Lula tem um apreço muito grande, porque..." E aí vai... e vamos voltar ao que interessa e largar essa bichona de lado.

No texto lá em cima: vem da folha on line desta tarde!!. E quando a folha publica isso é porque é verdade e o jabor, mirian leitoa, lúcia hípolito, redação da veja, folha, estadão e fhc não vão dormir durante uns três dias. (Professor Firmino)

Horário

Não sei o que acontece. Acabei de postar um textinho (16h30) e saiu como 12h32. Direto tá ocorrendo isso. Deve ser problema de configuração do blogger ou sei lá o quê. Acho que foi ontem, escrevi seis textos em horários diferentes e saiu com um horário único.

Posto de combustíveis?

Hoje de manhã eu passei no posto de gasolina do Borba Gato pra encher os pneus da bike e encher o saco dos frentistas. Tinha um caminhão furgão descarregando caixas de cerveja em lata e long-neck para a loja de conveniência.
Eu contei 80 caixas de Skol; 80 de Brahma e um monte de long. E dizem que é proíbido vender bebida alcóolica em postos de combustíveis. Já pensou se pudesse? E outra: na prateleira o noqueiro pode encontrar pinga 51, vodka e conhaque Presidente.

Ah, e amanhã vou passar numa farmácia recém-instalada na avenidaTeixeira Mendes pra poder contar a vocês o que os caras vendem, além de tão somente fraldas e creme pra cabelo. Tem de tudo, menos remédio. Vou confirmar.

Dona Constância

Hoje conversei com dona Constância, num ponto de ônibus, na avenida Nildo Ribeiro. Ela tem 92 anos e chegou em Maringá (?) em 1945. Me disse que há muito não recebe ajuda da Secretaria de Assistência Social; tem uma pensão de um salário mínimo e paga 150 reais de aluguel no Jardim Universo. "Mal dá pra comer", falou, sem um dente na boca e pele toda enrrugada.
Mãe de quatro filhos, o mais novo é o único que mora em Maringá, tem 54 anos e é portador de diabetes. "As pernas dele é da cor dessa tua calça [apontando minha roupa azul escura]. Acho que é trombose, coitado".

Eu estava no bar do Tuti quando vi uma moça dar informação errada a ela, lá do outro lado da rua. A mulher indicou um ponto que ia em sentido contrário ao centro. Como pobre atrai pobre, eu percebi que a coisa tava esquisita, e não deu outra. Fui lá perguntar pra onde queria ir. Ia pro centro, fazer um exame de vista. O tempo todo ela ia limpando com a mão os olhinhos lacrimejantes.
Aí a gente atravessou a avenida e indiquei o ponto certo. Nos sentamos no banco e proseamos por uns 20 minutos ( e minha latinha esquentando lá no Tuti!!!). Me mostrou documento que prova que nasceu em 1915. "Meu marido derrubou árvore pra fazer nossa casinha. Sou viúva faz 30 anos e moro sozinha. Eu fiquei sabendo que eles estão dando casa pra quem é pioneiro e eu também queria uma. Queria ir na Prefeitura pedir."
"Onde é que fica o Pinga Fogo? Eu precisava de óculos?" perguntou. Ensinei à ela pra pegar a linha 459 e o endereço da rádio. Ela estava com uma sacola na mão e veio a pé do Universo até perto do Borba Gato pra passar em um lugar que distribui verduras e legumes de graça. (eu não entendi onde ´local) "Eu errei. Era ontem que eles iam dar, agora só na semana que vem", comentou.
Acho que o lugar que ela foi é alguma Pastoral. Bom... mas daí a circular virou na rua de baixo, eu tirei meu único deizão do bolso (eu não uso carteira) , e coloquei em cima do banco e puxei a mão dela em cima, dizendo pra ela pegar, de coração. Ela disse que eu não precisava me incomodar e eu falando que eu tinha que me incomodar, sim, e a circular vindo numa velocidade da bixiga; o vento levou a nota pruma data vazia cheia de mato, e a circular vindo e eu acenando pra parar e correndo atrás da grana (ufa!).
Deu certo que o motorista deve ter percebido a coisa e a idade da mulher e parou. Pegou a graninha da minha cerveja e se foi.
Aí eu pedi pro Tuti pendurar as duas latinhas. " À tarde eu pago. Eu tinha dez pilas mas dei praquela mulher lá no ponto (elehavia visto eu conversando com a senhora). E sabem o que que o cara fala pra mim?
"Ué. Por que que você deu o dinheiro pra ela?" E eu, ironicamente: "Porque o dinheiro é meu e eu faço o que eu quiser. Não vai fazer falta e tem muito mais de onde ele veio".
Eu não entendo certas pessoas. Alma, sentimento, cordialidade, gentizela, bem-querer, simpatia, solidariedade, amizade e ajuda ao próximo parece que foi riscada do mapa para muitos.

26.9.07

Carl Barks

Maravilha. Peguei hoje o número 29 das Obras Completas de Carl Barks, o "Homem dos Patos" - em minha opinião um dos caras sagrados das histórias em quadrinhos. Nessa etapa da coleção- que vai até o número 32- serão publicadas historias do Pato Donald. A primeira (O Agente Secreto) é um primor de enredo, humor, suspense e enquadramento. Eu já a tenho em dois gibis antigos, mas é sempre bom matar saudade, e ainda mais num formato maior.
Barks criou Tio Patinhas, Maga Patalójika, Irmãos Metralha, Vovó Donalda, Patacôncio, a cidade de Patópolis, Gansolino, Gastão, Professor Pardal, Lampadinha, Pão Duro Mac Mônei, e outros.
A capa já é de uma singeleza fantástica: Huguinho, Zezinho e Luizinho deitados em uma boia com a inscrição "bóia para diversão no verão". No jornal "Notícias de Inverno": "Tempestade de neve esta noite".
E os três patinhos deitados, com o Donald enchendo a bóia com água quente. Coisa mais linda de se ver.

Ô Cride fala pra mãe!

Como o tempo passa rápido. Amanhã vai dar dois anos que o comediante Ronald Golias; o Bronco, o Profeta, o Pacífico, o Carlos Bronco Dinossauro, o Bartolomeu Guimarães... foi fazer micagens e graças em algum lugar.
Às vezes eu fico pensando... tem gente nesse mundo que não devia ir, não. Tinha que ficar aqui uns 200 anos pra fazer a gente rir e se emocionar. O Golias é um deles, esse filho da mãe.

Perdão, leitor

Durante discurso na ONU, o presidente Lula olhou para sua imagem e comentou: "Ôxem! Eu tô me vendo tudo dobrado."

Barganha

A fim de garantir apoio na Câmara Municipal, o prefeito de São Paulo, Gilberto Kassab (DEM), cedeu nos últimos meses ao menos 30 cargos em subprefeituras a 13 vereadores. Há postos ainda em negociação.
As negociações começaram no fim do primeiro semestre, após o bloco conhecido como "Centrão", liderado pelo presidente da Casa, Antonio Carlos Rodrigues (PR), decidir bloquear a aprovação de projetos de interesse do Executivo. Estavam sendo aprovados apenas projetos de autoria dos próprios vereadores.

Ainda bem que essas coisas só acontecem em São Paulo.

Que loucuuuuura!

Na folhinha de sampa, de hoje:
"Clodovil faz parte do grupo de parlamentares que aderiram ao troca-troca partidário"
Comentário do noqueiro: " A gente sabe que o Clô é um tremendo dum queima-rosca e que o congresso é uma zona mesmo. Mas então, além dele, tem mais e vão fazer sexo em grupo? Por isso que o Brasil não vai pra frente. Eles preferem ir pra trás." (Jacomino Pires)

Perdão, leitor

Após o discurso na ONU, com a garganta seca, o presidente Lula e assessores foram num botecão na Quinta Avenida e pediram um goró pra cada um. Após cinco minutos, Lula se dirige ao garçom e diz:
- Ô, meu! Dá mais uma Rodada dessa Doha aqui.

Álcool

Do estadão desta quarta:
"Lula diz na ONU que etanol não produz fome"
Comentário do noqueiro: "Se não produz fome, porque ele toma umas antes do almoço pra abrir o apetite?"

Cerva

Dizem que a Schincariol dá dor de cabeça. Renan Calheiros quem o diga.

25.9.07

Esse é o cara

Duas vezes por semana, vamos a um ótimo restaurante, com uma comida gostosa, uma boa bebida e um bom companheirismo.
Ela vai às terças-feiras e eu, às quintas. Nós também dormimos em camas separadas: a dela é em Fortaleza e a minha, em SP.
Eu levo minha mulher a todos os lugares, mas ela sempre acha o caminho de volta. Perguntei a ela onde ela gostaria de ir no nosso aniversário de casamento, "em algum lugar que eu não tenha ido há muito tempo!" ela disse. Então, sugeri a cozinha.
Nós sempre andamos de mãos dadas... Se eu soltar, ela vai às compras! Ela tem um liquidificador, uma torradeira e uma máquina de fazer pão, tudo elétrico. Então, ela disse: "nós temos muitos aparelhos, mas não temos lugar pra sentar". Daí, comprei pra ela uma cadeira elétrica.
Lembrem-se: o casamento é a causa número 1 para o divórcio. Estatisticamente, 100 % dos divórcios começam com o casamento. Eu me casei com a "senhora certa".Só não sabia que o primeiro nome dela era "sempre".
Já faz 18 meses que não falo com minha esposa. É que não gosto de interrompê-la. Mas, tenho que admitir: a nossa última briga foi culpa minha. Ela perguntou: "O que tem na TV?" E eu disse: "Poeira".

Esse texto é um dos milhares do escritor gaúcho Luiz Fernando Veríssimo. Dono de um humor refinado, é, em minha opinião, um dos maiores escritores de humor do mundo- se não for mesmo o melhor. Tive influência dele na adolescência, quando comecei a desenhar. Amanhã, quarta-feira, Veríssimo completa 71 anos, lúcido que só. Longa vida a ele.

Terça gostosa e cheirosa

Duas da terça:
* Maurício, um amigo de boteco - que é a cara e corpo do Tim Maia, pescou um mundaréu de piau no rio Ivaí (cada um com cerca de 20 centímetros) . Fritamos os peixes inteiros no bar do Tuti agora à tardinha. A moçada detonou. Comi três, sozinho, no limão e shoiu. E deu-lhe cerveja! Coisa mais linda.
Não dá pra reclamar da vida, mesmo.
* A Isa foi nas Americanas comprar umas coisinhas e trouxe um xampu e um condicionador. Adivinhem... feitos com cacau. É um Kit chamado "Recarga de Chocolate".
A gente morre e não vê tudo. Usei o treco no banho e tô parecendo um ovo de Páscoa ambulante, devido ao odor- muito gostoso por sinal.

Matou a charada

De leitor do Conversa Afiada:
A imprensa paulista com essa de mensalão "mineiro" esta fazendo uma jogada digna dos melhores jogadores de xadrez do mundo.
Acontece que ela esta querendo fritar a ala do PSDB de minas em detrimento a de São Paulo, caso eles colocassem MENSALÃO DO PSDB, estariam colocando no mesmo saco os caciques de São Paulo, o que lógico não interessaria a essa imprensa elitista, golpista e discriminatória. Colocando apenas mensalão "mineiro" estão salvaguardando José Serra, Fernando Henrique entre outros.
Eu como mineiro de alma fico muito triste e indignado porque com isso se dá a impressão que eles estão atirando na honra do povo mineiro, como se São Paulo não fosse o berço dos políticos que ajudaram a colocar o Brasil no fundo do poço, mas graças a um retirante nordestino e sem diploma universitário estamos caminhando para fora dele. O MENSALÃO É DO PSDB E NÃO DOS MINEIROS.

Chamando o Juca

Dois noqueiros conversam:
- Olha aqui no jornal... "O presidente Lula chamou o Juca no seu gabinete". Que vergonha.
- Lê direito, véio. "O presidente Lula chamou o Jucá no seu gabinete". O senador Romero Jucá, do PMDB.
- Ah, bom.

Abraço literário




Bem, obrigado

"Após sair de UTI, Casagrande passa bem"
Comentário do Noqueiro: "Casagrande está passando muito bem faz, no mínimo, 500 anos. Já a Senzala..."

24.9.07

Errata da errata

Eu tô caducando mesmo. Anteontem escrevi que a mensagem postada era a de número 2.200 do Casa. No dia seguinte disse que estava errado, e corrigi escrevendo que a postagem era a 2.100.
Ocorre que, realmente, era a postagem de número 2.200. (É porcaria que não acaba mais, hem?)

Cana

Infeliz coincidência. Enquanto o presidente Lula visitava os países nórdicos para divulgar o álcool como a salvação para eliminar a poluição dos combustíveis fósseis, a Pastoral dos Migrantes noticiava, no dia 11 de setembro, a morte da quinta vítima por exaustão nos canaviais brasileiros só este ano. Desde 2004 já são 21 vítimas.

O homem do grito

Hoje faz 173 anos da morte de PEDRO DE ALCÂNTARA FRANCISCO ANTÔNIO JOÃO CARLOS XAVIER DE PAULA MIGUEL RAFAEL JOAQUIM JOSÉ GONZAGA PASCOAL CIPRIANO SERAFIM DE BRAGANÇA E BOURBON.
Tudo isso aí pra virar um tal de Dom Pedro I.
Eu tenho um amigo de infância que se chama Manoel Alício Adermom Calistrato Braganey Francisco Perez Litigado Rubencurty Jackelino Janierre.
A gente conhece ele como Mané.

Datanoca

Um viciado tem que roubar 887 mil bicicletas para poder comprar um craque como o Kaká.

23.9.07

Que coisa horrível

Tava passando batido no Casa; mas ontem vários blogs japoneses editados por emigrantes portugueses escreveram que foi o Dia Mundial sem Karo. (A que ponto nós chegamos pra fazer uma piadinha. O fim está próximo)

Vale a pena repetir de novo

Tô meio sem assunto pra esse domingo e vou colocar de novo até o talo. Muito legal essa música. O Casa desta vez traduz algumas expressões dos moradores da ilha de Florianópolis, os Manés, como são tratados carinhosamente os moradores do lugar.
Mofas com a pomba na balaia: Resposta de uma mulher a um pombeiro que vendia pombas expostas num balaio ao discordar do preço da mercadoria. Expressão que indica que o interlocutor não vai realizar seu objetivo. Parece que foi disvirtuado através dos tempos.
Tás tolo? : Tá maluco, doido?
É bem querido: Dispensa comentário, É pra quando eles gostam de uma pessoa ou algo, como um peixe, por exemplo.
Unisule: É a Unisul- Universade do Sul de Santa Catarina
Istepô : É um indivíduo molenga, atrapalhador, tanso.
Kobrassole : Kobrasol. É um bairro no munícipio de São José, já pertinho da ilha.
Vento Sule : Vento sul, claro.
Ser quer queshi, se não não quer quishi: Se quiser quer, se não quer quis (e vai pra pqp).
Clica aí pra ouvir:
RAP DO MANEZINHO - DOWNLOAD

Segunda rodada

Ontem à noite teve um embate aqui no barraco pra ver quem comia mais picanha e tomava mais cerveja, noves fora a salada de macarrão da Ana e a farofa da Isa. Vieram Ana, Bulgareli; Paulinho e Lú com a filhinha, e Daniel e Rosângela. Fui dormir às duas meia da madruga.
"Pior" que agora tem outro rangão na casa do Miro e da Sônia, lá Alvorada. Vamos de AH É, Isa e eu.
Esse governo Lula está acabando comigo e meu amigos.

Perdão, leitor

Folha sabatina Dilma Rousseff em 4 de outubro

Do noqueiro: " 4 de outubro vai ser uma quinta-feira. Por que é sabatina? Não seria o caso de usar "Folha quintaferina Dilma Rousseff em 4 de outubro" ?

Domingão


22.9.07

Fumos!

Amanhã vai fazer 68 anos da morte de Sigmund Freud. Fosse 69 e estivesse vivo, o "pai da psicanálise" iria dizer que estava na "fase oral" (risos).
Pablo Neruda, escritor chileno, se foi há 34 anos.
Tentei ler os dois em minha adolescência mas não consegui acompanhar.

Vanusa

Que loucura. A cantora Vanusa está completando 60 anos hoje. Quando vim de Mandaguari pra Maringá o pai comprou uma casinha na Vila Esperança. Eu tinha sete anos e me apelidaram de Vanusa. Eu era bonito tal qual e tinha o cabelo loiro igual ao dela.
Pensam que eu achei ruim? Fiquei todo orgulhoso. A coisa durou uns três anos e aí eu fui crescendo e "desvanusiei".

Na verdade o pessoal ( homens e mulheres) que me chamavam pelo apelido foi crescendo, alguns se mudaram do bairro e o apelido foi pro espaço.

Erramos

O texto onde a gente se gaba de dizer que já postamos (plural majestático é foda) 2.200 mensagens aos noqueiros foi o maior furo. Na verdade, naquele dia, o Casa havia postado o texto de número 2.100. (Ombundasmaria- do Conselho Editorial)

A coisa foi feia mesmo

Agora de manhã fui no depósito Ufade, na avenida Carlos Borges, comprar algumas telhas pra consertar o pequeno estrago do vendaval de ontem. Não é que não tinha? Venderam todo o estoque na tarde de ontem, após o salseiro.

revistinha

A Revista Veja, além da derrota fragorosa no Senado, sofreu outra derrota nas bancas. Amargou um monumental encalhe nas bancas, por falta de compradores.
Hoje, em plena sexta-feira, após estar a venda por 7 dias, desde o sábado anterior, a Revista Veja estava encalhada nas bancas (a foto foi tirada nesta sexta-feira dia 21/9, em duas bancas da Zona Sul do RJ, área preponderantemente de classe média e alta, em outras bancas também havia pilhas de revistas encalhadas) .

Ao vivo

Um âncora de TV equatoriano morreu enquanto apresentava as notícias do seu telejornal, em pleno estúdio de televisão. De acordo com a imprensa equatoriana, o apresentador morreu repentinamente em pleno estúdio de televisão, em Quito, em conseqüência de uma parada cardíaca. Ele sofria de arritmia cardíaca. O noticiário foi interrompido, e colegas de estúdio tentaram socorrê-lo. (BBC Brasil)

Mudança

Não sei se é verdade, mas estão dizendo que pra se enquadrar no "politicamente correto" a cidade de Ribeirão Preto passará a se chamar Ribeirão Afro-descendente.

Ah, a folha...

Da folha:
Walfrido anotou caixa dois de Azeredo na eleição de 98
A reportagem traz esse trecho: "Na eleição de 1998, o hoje ministro Walfrido dos Mares Guia (Relações Institucionais) registrou em dois manuscritos repasses a aliados de dinheiro da campanha de Eduardo Azeredo (PSDB-MG) que não foram declarados à Justiça Eleitoral. Ou seja, caixa dois.

Repare, ó noqueiro, que no caso de o político ser do PSDB o termo usado é "repasse" e não mensalão. E é caixa dois, e não mensalão. O esquema faz parte do Valerioduto, o mesmo que a folha ajudou a grudar no PT. Mas os tucanos são anjos pra folhinha.

Nossa língua portuguesa

"A Secretaria de Educação de Minas Gerais investiga denúncia feita por pais de alunos do 3º ano do ensino fundamental de uma escola de Belo Horizonte, segundo a qual as crianças tiveram que tirar as roupas, na terça-feira, para uma revista. (...)

Olha só que texto capcioso. Está na folha deste sábado e trata-se de policiais revistando crianças para ver se uma delas estava com o celular de um amiguinho. Fora do contexto a mente poluida do noqueiro já imagina outra coisa.
(P.s.: Odiei escrever "capcioso")

CPMF

De leitor da folha de sampa, deste sábado:
"Oportunistas estão tentando fazer crer que o simples fim da CPMF será o remédio milagroso para reduzir a carga tributária. Ledo engano. Este é o imposto que alcança todos que têm conta corrente neste país, logo, a possibilidade de fiscalização é muito maior. E é aí que os espertos miram: a fuga do Fisco.
Muito melhor seria lutar pela redução de impostos e a real aplicabilidade dos mesmos; além do fim da sobreposição de impostos nas três esferas de Poder. Mas não, a Fiesp, a OAB, o Sescon e tantos outros preferem mirar no que é ruim somente para eles. A população que se dane. Redução e simplificação de impostos, sim. Fim da CPMF, não."

21.9.07

Leitura pro fim de semana

Comprei uma revista da coleção "Grandes Líderes da História". Fidel Castro é abordado na edição de número 23. São 50 páginas falando sobre o lider cubano. Já foram editadas revistas sobre a vida de Moisés, Jesus, Hitler, Gandhi, Nelson Mandela, Gengis Khan, Getúlio Vargas, entre outros.
Um precinho razoável: R$7,90 (ainda mais que foi fiado). Um texto muito legal que não puxa pra nem um lado (Fidel é polêmico). Simplismente mostra o que realmente ocorreu na revolução cubana, sem floreios e sem apresentar Fidel como um tirano ou um herói. Apesar que esse último título é que é passado para o leitor.
Grande coleção. Vou tentar comprar outros volumes, se o bol$o assim o permitir.

Na moda

Essas bagaceiras aí são "tendências" para o próximo verão. Fala sério, noqueiro... você já viu uma mulher digna desse nome usando uma trolha dessas? Você namoraria ou ao menos pegaria na mão de uma delas, sentaria ao lado num barzinho, levaria pra mãe conhecer?
Dá licença, né?

O tempo avua

Essa é a postagem de número 2.200. Se o noqueiro continuar dando ( no bom sentido) a retaguarda, pretendemos chegar aos trocentos mil posts. Obrigado a todos.

Detonando

Já postamos esse texto no Casa, mas o treco é bom demais, por isso vale um repeteco. Clica aí, noqueiro:
»Peçonha Virtual

Ah, a mídia...

Reparem como se publica uma reportagem sem denunciar o PSDB .

Observações:
- Agora é CAIXA DOIS ! (não é mensalão)
- O Senador é de MG ! (não é do PSDB)
- A mídia sem-vergonha não se emenda mesmo !
(Blog da Helena)

Piores

Do blog Conversa Afiada, de Paulo Henrique Amorim:
A TAM disputa com a Gol o título de pior companhia aérea do mundo.
O vôo Manaus-São Paulo Varig 8699 atrasou 3 horas nesta sexta-feira, dia 21.

Aí o Casa complementa: Os shoppings Catuaí e Aspen Park disputam quem veicula as propagandas mais rídiculas nas rádios; e falando em rádio, Maringá FM, Cultura FM e Massa FM se engalfiam pra ver quem é campeã em mediocridade. (Jacomino Pires)

Vendaval

O bicho pegou aqui no bairro, de repente, agora à tarde. Eu tava embaixo da calha, com minha cadela boxer (ela adora água) , quando virou a maior chuva de granizo e um tremendo vendaval. Coisa medonha. Um pedaço da calha da casa do Roberto, dono da Cachaçaria Água Doce, que mora duas casas pra cima, veio para no meu quintal. Um bagulho de zinco medindo uns três mestros.
Um outro sobrado que fica na rua ao lado teve um monte de telhas arrancadas e o aquecedor solar virado do avesso.
Em frente ao bar do Guerra, uma árvore enorme caiu. A mulher do Roberto contou oito árvores caídas perto do Country. Aqui no barraco voaram umas 15 telhas, e a Tininha- a vira-lata- entrou em pânico. Tivemos que agasalhar a bicha com duas toalhas pra ela parar de ter os piripacos. Sem luz das 5 às 7 da noite; enfim, uma sexta-feira tenebrosa.

Datalukas

Já há alguns meses tenho feito algumas anotações sobre apelidos de alguns moradores lá do Borba Gato. Em um bairro com nome tão sugestivo, nada mais do que termos uns caras conhecidos como: Jacaré (tem dois) ; Coelho; Zé do Rato; Zé Cachorro (morreu dia desses) ; Garnizé; Foquinha; Cão ; Carneiro; Nelson da Barata; Olho de Pomba, Canarinho e Pavão.
(Eu não tenho o que fazer mesmo).

19.9.07

Fim de quarta-feira

Eu não tô muito legal não, então fiquem com essas:
* Na sala de aula, o professor pergunta à garota:
- Dorotéia, você sabe com quantos paus se faz uma canoa?
- Bom, canoa eu não sei, mas tenho uma amiga que com um só, conseguiu apartamento, casa e carro importado!

* Dois canibais conversando:
- Eu não sei mais o que fazer com a minha mulher!
- Se você quiser, posso lhe emprestar o meu livro de receitas.

Joubert

Amanhã, 20 de setembro, vai dar 30 anos da morte do mineiro Joubert Contijo de Carvalho (1900-1977), autor de Taí (Pra você gostar de mim...) , eternizada por Carmem Miranda, e Maringá, entre outras 700 canções.
A origem do nome da música Maringá (1932) se perdeu no tempo. Vejam o que dizem esses dois textos, o primeiro do mestre em Geografia da Universidade Estadual do Rio Grande do Norte:
"Maringá acabou se tornando a mais expressiva das composições de Joubert de Carvalho. Foi seu maior sucesso e acabou dando nome a uma hoje grande cidade do estado do Paraná. Recebeu dezenas de gravações (inclusive no exterior), tendo seu êxito em grande parte se devido à gravação primitiva do tenor paulista Gastão Formenti (1894 – 1974) e às excelentes interpretações do cantor de voz canora Carlos Galhardo (1913 – 1985), que a gravou por duas vezes em 1939 e 1957.
O folclore sertanejo é riquíssimo e precisam ser resgatadas com grande interesse as lendas esquecidas com a névoa do tempo e pelos efeitos da aculturação, a exemplo da história (ou estória?) transmitida de boca em boca de Maria, uma cabocla sensual que migrou da região do Ingá (no Agreste paraibano), para a cidade de Pombal (Sertão da Paraíba) em uma grande seca ocorrida no século XIX.
Reza a tradição que na famigerada estiagem de 1877, Maria deixou Pombal e procurou novas paragens, deixando naquele longínquo rincão sertanejo um caboclo apaixonado e com lágrimas nos olhos."
Aí vem uma outra versão que tio Lukas leu há muito tempo e vai tentar repetir de cabeça: Em Pombal havia uma moça muito bonita que morava em uma rua onde havia vários ingazeiros. Um poderoso (coronel) da cidade era apaixonado por ela. Na época de um êxodo devido à seca, Mar ia do Ingá, como era conhecida, veio com a famíla para o Sul do país.
Com o coração partido, o coronel pediu pra Joubert escrever uma música falando da moça. O compositor viu que Maria do Ingá não ia dar certo. Fez uma junção genial e criou Maringá. A música tocava em todas as rádios e ficou famosa.
Era comum os desbravadores do Paraná e região Sul batizarem rios com nomes vários. O Ribeirão Maringá, muito tempo depois, virou o nome da cidade.

Romero Cardoso (da primeira versão) completa, de forma severa : Usurpada indevidamente pelos paranaenses da cidade de Maringá (nomeada em homenagem à famosa canção), os quais não possuem nenhum direito histórico ou geográfico sobre o que retrata a música eternizada pela emocionante genialidade do dr. Joubert de Carvalho que, atendendo ao apelo e à inspiração de Ruy Carneiro, transformou Maringá num verdadeiro hino do povo pombalense.
O que o poema tematiza diz respeito somente à cidade de Pombal e à realidade sertaneja (...) Foi numa leva que a cabocla Maringá/ Ficou sendo a retirante que mais dava o que fala/ E junto dela veio alguém que suplicou/ Pra que nunca se esquecesse de um caboclo que ficou. Este trecho demonstra que, em tese não há a menor relação da mensagem poética com a cidade paranaense de Maringá, a qual nunca foi constituída por caboclos, como o sertão da Paraíba (notar a ênfase do registro da fala do homem popular – fala ao invés da forma infinitiva falar), e sim por uma população de origem européia que, em sua maioria, certamente desconhece as levas de retirantes tão típicas dos freqüentes períodos de seca do Nordeste brasileiro.

Contrariamente, o estado do Paraná tem o privilégio de não sofrer as estiagens que chegam a expulsar o homem nordestino do campo. Na realidade, a canção ficou lá conhecida apenas devido ao fato de ter sido com muita freqüência cantada nas horas de labuta e de lazer pelos operários da construção civil, nordestinos que, fugindo do flagelo da seca, migravam para aquele rico estado brasileiro em busca de trabalho.

Máfia

Assista abaixo 3 reportagens da Rede Bandeirantes sobre a Máfia do Grupo Abril:
Vídeo 1 - Os negócios nebulosos da Abril
Video 2 - Continuação dos negócios escandalosos
Vídeo 3 - a Sujeira Abril

18.9.07

Mídia

A revista Superinteressante está fazendo 20 anos e eu caí na besteira de jogar no lixo, pela primeira vez, R$9,95 ao comprá-la. Tinha que ser da Abril. O conteúdo é basicamente para jovens- basta ver as propagandas e textinhos curtos- pra quem tem preguiça de ler.
Parece que eles estão preparando esse público para serem futuros leitores da Veja. Seriam os "neo-cansados". Sem contar a auto-babação de ovos que os editores fazem. "Nós fizemos isso" "Nós fizemos aquilo".
Nada contra revistas direcionadas para jovens, mas acho que a Super já deu o que tinha que dar. A tal Revista da Semana, recém lançada pela mesma editora, já começou com aquele mamão com açucar; textinhos que impendem de as pessoas usarem o cérebro pra analisar a informação. Fotos pequenas, textos curtos, e já preparando a moçada para ler a Veja num futuro próximo.
Eu vi algo lá [ naSuper] que comprova algo que rola há tempos em alguns blogs: os jornalões estão tendo uma queda enorme em vendas. A fonte é o IVC (Instituto Verificador de Circulação). Mas daí a revista fez a matéria em benefício próprio. Diz um trecho da matéria:
A folha vendia 450 mil exemplares- em bancas e para assinantes- em 2000. Hoje vende 300 mil. O estadão vendia 400 mil nesse mesmo ano; hoje vende 225 mil.
Tem mais jornais no levantamento:
O que mais despencou foi o dia, do Rio: vendia 275 mil e hoje amarga a venda de 100 mil exemplares diários. O globo, de 325 mil baixou para 275 mil.

Iniciação


Vergonha

Jussara Seixas quando pega, pega legal. (via blog do Hélio Jampa).

Tenho vergonha de ser brasileira quando vejo a mídia inconformada em ter como presidente um nordestino, ex-metalúrgico e ex-sindicalista.
Tenho vergonha de ser brasileira diante da tentativa de golpe da mídia contra o presidente Lula.
Tenho vergonha de ser brasileira quando vejo pessoas serem contra a CPMF mesmo sabendo a contribuição vai sustentar os programas sociais do governo Lula, como o Bolsa Família. Esse programa tirou milhões de pessoas da miséria extrema, é admirado pelo mundo todo e vários países já pretendem adotá-lo porque ficou comprovado que ele diminui a desigualdade social e devolve dignidade ao ser humano.
Tenho vergonha de ser brasileira quando vejo as elites abastadas promoverem passeatas pedindo a volta dos militares, pedindo a volta do período mais triste, violento, sangrento e vergonhoso da nossa história.
Tenho vergonha de ser brasileira quando vejo um senador da república na tribuna do senado – Arthur Virgilio do PSDB – ameaçar com uma surra o presidente eleito por 61,27% do povo brasileiro.
Tenho vergonha de ser brasileira quando vejo a mídia atribuir culpa ao presidente Lula por acidentes aéreos – da Gol em 2006 e da TAM em 2007. Como se ele fosse culpado pelos pilotos americanos terem desligado o transpondes do Legacy, que se chocou no ar com avião da GOL e, no caso TAM, de o avião estar com o reverso pinado, manetes fora da posição, spoilers que não funcionaram...
Tenho vergonha de ser brasileira quando vejo movimentos da elite contra o presidente Lula, usando de forma vil a morte de pessoas e a tragédia de famílias para alcançar seus objetivos golpistas e eleitoreiros.
Tenho vergonha de ser brasileira quando leio o que disse fhc sobre as comemorações do 7 de setembro – ele acha ridículos os desfiles, ridícula a comemoração da Independência do Brasil. Acho que ele gostaria que continuássemos colônia de Portugal. Em entrevista para a revista Piauí, disse que participava dos eventos só por obrigação, porque o vento de Brasília desmanchava o seu cabelo...
Tenho vergonha de ser brasileira quando vejo alguém da elite dizer que ninguém sentiria falta se um estado do meu país deixasse de existir. Paulo Zottolo, presidente da Philips, disse isso referindo-se ao estado e ao povo do Piauí.
Tenho vergonha de ser brasileira quando vejo um senador da república dizer em alto e bom som que vai "acabar com essa raça", em referência a pessoas que não pensam como ele, mas querem manter a democracia, respeitam as instituições governamentais e a Constituição vigente.
Tenho vergonha de ser brasileira quando vejo a mais alta corte de justiça do país, o STF, sofrer espionagem da mídia e ser por ela acuada para julgar de acordo com interesses políticos.
Tenho vergonha de ser brasileira quando ouço discursos preconceituosos, racistas, carregados de ódio, da elite burra, de jornalistas sem noção, de pseudo-cientistas políticos, contra a o povo brasileiro.
Tenho vergonha de ser brasileira quando vejo as armações, as maracutaias e os conchavos políticos para tentar destituir do poder um presidente eleito pela maioria do povo brasileiro, um presidente que está fazendo este país ser um país de todos os brasileiros.
Tenho vergonha de ser brasileira quando vejo uma parte da elite burra torcer para que o Brasil não dê certo, mesmo sabendo que – se isso acontecer – milhões de brasileiros serão condenadas à miséria, à fome e à doença que imperavam antes do governo Lula.

Eu, hem

O texto é um pouco longo, mas eu aconselho o noqueiro a ler. Os autores parecem ser bem informados.
http://www.jornaltribunapopular.hpg.ig.com.br/GOLPEDEESTADO.htm

17.9.07

Hey, Joe

Amanhã vai fazer 37 anos que Jimi Hendrix foi tocar guitarra e harpa. Eu tenho um LP do cara, mas não ouço. Não é minha praia. Entre Jimi Hendrix e Zé Rodrix, prefiro o último.

Jabá

Perdi um amigo agora a pouco. O Jabá, que estava na UTI há mais de mês, vítima de um acidente vascular cerebral se foi aos 41 anos. Estragou a semana. Minha e dum mundaréu de amigos que ele tinha. Nem dá pra acreditar.
Vai fazer falta. (Zoião cheio d´água).

Ariano Suassuna

O escritor e dramaturgo paraibano, mestre da cultura popular, criador do Auto da Compadecida e do movimento musical armorial, se revela um admirador do presidente Lula, do alto da sabedoria de seus 80 anos.
REVISTA NORDESTE - Como o senhor avalia a gestão do presidente Lula?ARIANO SUASSUNA - Eu sou admirador de Lula, fui eleitor dele e se a Constituição permitisse que ele se reelegesse, eu votava nele ainda. Se você perguntar se eu estou amargurado com os acontecimentos ao redor dele, eu respondo que estou amargurado como todo brasileiro. Mas, por ser velho, menos perplexo. Não é a primeira vez que eu vejo isso.
Eu já vi um homem honrado, chamado Getúlio Vargas, que tinha um projeto de desenvolvimento do Brasil com capitais brasileiros, e que foi derrubado não pelo que ele tinha de errado – que era o autoritarismo – mas pelo que ele tinha de certo. Então, de repente, ele descobriu que estava ao redor de um mar de lama e deu um tiro no peito. Mas isso Lula não vai fazer porque ele tem a sabedoria e a paciência do povo brasileiro.
Eu acho Lula uma figura extraordinária para o Brasil. Lula estancou a sangria das privatizações. Entregaram a Companhia do Vale do Rio Doce, entregaram as comunicações, as empresas de energia, várias foram entregues. Iam entregar a Petrobrás e o Banco do Brasil. Uma das maiores humilhações que eu sentia era o fato do povo viver pendurado na dívida do FMI, que ditava as normas aqui.
Eu vivi a vida inteira com vergonha dessa dívida. E Lula saldou esse empréstimo, levantando a cabeça do povo.
Entrevista concedida à Revista Nordeste, número 15, setembro de 2007. A íntegra da entrevista está em www.revistanordeste.com.br (Jacomino Pires- do Conselho Editorial)

Comunismo

Na foto, o presidente comunista Hugo Chavez escolhe algumas criancinhas pra comer no café da manhã.

Campeão

"O Brasil passou de coadjuvante a protagonista do judô internacional nos últimos quatro dias."
Comentário do noqueiro: "Violência é com nóis mesmo."

Segundona

Já acordemo. E com bom notícia: o Cruzeiro derrotou o Galo Mineiro por 4 a 3. E uma notícia triste: Pelo menos duas crianças morreram e outras sete ficaram feridas em um acidente envolvendo brinquedos infláveis durante uma festa de confraternização dos funcionários da empresa Siemens em Curitiba. Elas tinham oito e quatro anos. Peninha.

16.9.07

Domingo legal

Acabei de chegar da festa de aniversário de 15 anos da Amanda. Tá uma gatona, a sujeita. Conheci quando ela tinha 7 anos e meio, jacu que só ela. Nem conversava com ninguém. Até hoje tem um jeitão de caipira, mas é meiga que doi na alma da gente. Só conhecendo mesmo.
Teria me arrempendido se não tivesse ido. Não por causa da cerveja, claro, mas pelo pessoal que estava lá e pelo clima todo, pelos pais, avós e amigos dela . Valeu a pena. Depois colocaram umas músicas malucas lá e virou um salseiro, com luzes piscando, gelo seco e funk e a moçada fazendo coreografia e tudo.
Tio Lukas não tá acostumado com isso. E amanhã é segunda-feira. Boa noite.

Niver

Tio Lukas está, nesse exato momento, indo para um bifê lá na avenida Paranavaí, participar de uma festa de aniversário de 15 anos de um garota, moradora aqui perto. Vamos de Ah É? (o fusca). Mocinha bacana, e família também.
Mas vamos falar sério: domingo, sete e meia da noite, aniversário de 15 anos? Mas eu fiquei sabendo que vai ter cerveja. Menos mal.

Ah, a mídia...


Evolução


Kerouac

Estou relendo Jack Kerouak- Uma Biografia, de Ann Charters. Lendo na manha do gato, devagar, porque é um catatau e esses dias eu não tô muito pra leitura. Tô mais pra sexo (risos)
Bão... Oficialmente On The Road foi lançado em 5 de setembro de 1957 em Nova Iorque.

Trecho da página 263: "(...) No fim de agosto tomou emprestados trinta dólares de Joyce [sua segunda esposa] para pagar o ônibus de Orlando [Flórida] para Nova Iorque a fim de estar na cidade quando o livro fosse lançado. E ficou eufórico, naquele dia, depois da entusiástica resenha de Gilbert Millstein no Times".

Kerouak nunca foi ambicioso, ele só queria escrever prosa e poesia a troco de nada, como ele mesmo afirma no livro. Já pensou, um cara que se tornou um ícone precisar emprestar dinheiro pra ir no lançamento de seu livro.
Por isso que eu gosto do filho da mãe.

Idas e vindas

Hoje tem 111 anos da morte do pianista e compositor clássico Antonio Carlos Gomes, que destacou-se com composições como O Guarani. (A Ponte Preta ficou incabada). Falando sério: O Guarani é tema de abertura , já há mais de 70 anos, do noticiário A Voz do Brasil e já foi gravado em ritmo de forró, samba, choro, bossa-nova, capoeira, moda de viola e até techno e 'drum and bass'. Carlos Gomes deve estar de bruços. Duvido que alguém não se lembra dessa músia na abertura da falação oficial. Eu ouvia a Voz e ainda de quebra ficava antenado no Projeto Minerva, que vinha logo a seguir. E não é que eu gostava?

Mas nesta data também nasceu um monte de gente boa: Lupicínio Rodrigues; B.B.King (Blues Boy King) ; David Coperfield ; e o grande Falcão (Lindo, Bonito e Joiado) está completando 50 aninhos.

Batalhador

Hoje eu pedi um galão de água pro Marcelo. Ele tem um empresa de entrega de água e gás em sua casa, no jardim Universo. Gente boa que só ele, é casado e tem um filho. No portão conversamos sobre contas pra pagar todos os meses, água, luz, telefone, IPTU, etc.
"Depois que eu comprei um computador minha luz subiu de 35 pra 70 reais. É muita conta. E eu tenho o menino que estuda no Carlos Demian; já vai mais 200 reais por mês".
Aí ele foi embora e eu fiquei pensando: Caçamba, o cara é o único que trabalha na casa, vendendo gás e água e tem um padrão de vida bom, conseguindo manter o filho numa escola particular.
E tem gente que "cansou".

Perdão, leitor

Três noqueiros conversam. Diz o primeiro;
- O juro do cartão de crédito da minha mulher tá comendo o orçamento.
Fala o segundo:
- O juro do cheque especial da minha mulher tá comendo o orçamento.
E o terceiro, meio desolado;
- Eu não sei quem é esse tal de orçamento, mas eu juro que tem alguém comendo a minha mulher. (risos dominicais)

Marka e Vãosifudam

Salvatore Cacciola foi condenado em 2005 a 13 anos de prisão em processo movido na 6ª Vara Criminal Federal, do Rio de Janeiro. A pena refere-se aos crimes de peculato (ou utilizar-se do cargo exercido para apropriação ilegal de dinheiro) e gestão fraudulenta. O banco Marka quebrou com a desvalorização cambial de 1999.
Na contramão do mercado, o Marka e o banco FonteCindam haviam assumido pesados compromissos em dólar. O banco de Cacciola, por exemplo, apostou na estabilidade do real e tinha 20 vezes seu patrimônio líquido comprometido em contratos de venda no mercado futuro de dólar. O BC socorreu as duas instituições, vendendo dólares com cotação abaixo do mercado, evitando que quebrassem.
A principal alegação para o socorro foi o risco de a quebra provocar uma 'crise sistêmica' no mercado financeiro. Além de Cacciola, na mesma ação foram condenados o então presidente do BC, Francisco Lopes, que pegou dez anos de prisão em regime fechado, além da ex-diretora de Fiscalização do BC, Tereza Grossi (seis anos). Salvatore Cacciola ficou na cadeia apenas 37 dias, sabe por que? Marco Aurélio de Mello mandou soltar o amigo....Aliás o leitor já percebeu que todos os bandidos poderosos estão solto graças a amizade com o ministro? Coincidência...
(Blog da Helena)

Duas no domingão (Aaaahhhhh!)

(Não é o que o noqueiro libertino e devasso está pensando) .

*A distribuidora da Skol em Maringá comprou a fábrica
de refrigerantes Ouro Verde. Em breve teremos uma sodinha gostosa pra tomar novamente. Segundo o Casa apurou, todos os funcionários, caso queiram, serão recontratados.

* Hoje tem concurso do Banco do Brasil. A Isa vai fazer no Gastão Vidigal. Mas a gente fica pensando no critério que eles usam pra determinar o horário do início das provas: 3 horas da tarde! Não deveria ser 9 da manhã?
A pessoa acorda, toma um ducha, faz um lanche levinho e vai pro ataque. Agora... com um calor desses, depois do almoço, que tem ânimo pra ir responder perguntas numa prova?
Eu vou investigar aí pra saber o motívo de um horário tão fora de propósito.

Acidente

Pelo menos 87 pessoas morreram na queda do avião da empresa One-Two-Go neste domingo no aeroporto de Phuket, na Tailândia, informou o governo local.
O avião transportava 123 passageiros - acredita-se que mais da metade estrangeiros - e alguns tripulantes e caiu quando tentava pousar em meio à forte chuva e ventania.

Comentário do noqueiro: " Como será que a grande imprensa brasileira vai escrever 'falta de grooving' e 'Lula' em tailandês ?

Air bag


Cansei

Já faz muito tempo que eles estão cansados.

Mensalão

Neste fim de semana a Revista IstoÉ publica matéria de capa sobre o valerioduto tucano de Eduardo Azeredo, Aécio Neves e outros. A notícia é velha, pois a PF investiga o esquema desde 2003, há 4 anos, mas era tabu no imprensalão. Imagine o então presidente do PSDB Eduardo Azeredo ser exposto no imprensalão? Nem pensar.
Só a Carta Capital publicou em janeiro de 2006, o que a IstoÉ publica agora.

A revista IstoÉ saiu "na frente", mesmo atrasada 1 ano e 9 meses em relação à Carta Capital e em 25 dias em relação à informação disponível na internet. O Globo e o Estadão, na impossibilidade de continuar com a matéria na gaveta, tenta "passar batom no porco", como diz o ditado.

Tenta maquiar a notícia mal cheirosa, numa tentativa de reduzir danos aos demo-tucanos. A manchete dos 2 jornais é nada mais, nada menos do que a declaração do próprio Azeredo negando culpa: "Senador Eduardo Azeredo nega 'mensalão mineiro'."

15.9.07

ANos 80

Quanto à cisão na banda Ira! , devido à saída do Nasi: um noqueiro comentou das bandas que eu citei na postagem (Plebe Rude e Camisa de Vênus) e disse que também era fã. Bom tempo mesmo, esses anos 80. Concordo com ele... não dá mais pra ir atrás de pop rock nacional. Só tem porcaria mesmo. O que será que aconteceu pra coisa degringolar dessa maneira? Em menos de 15 anos secou tudo, não se vê mais uma banda legal surgindo no pedaço. Skank e Jota Quest... Pato Fu, meu Deus!!! Me salve Julio Barroso!! Me acuda Marcelo Noca!!

Não vamos nem falar do Legião Urbana - tenho os quatro primeiros discos da banda- mas nunca fui fã. O primeiro, pra mim, é genial. Os caras foram bons naquilo que acreditaram ser bons. Fizeram um sucesso danado, e eu sempre com um pé atrás...

Nos 80 tivemos os Paralamas do Sucesso; Titãs; Gangue 90 e as Absurdetes - que foi a precursora da New Wave no país- Lobão e s Ronaldos; Hojerizah; Robertinho do Recife; Ultraje a Rigor; Capital Inicial; Kid Vinil com o seu Magazine; Agents; Metrô; Sepultura; Engenheiros do Hawai (argh!) ; Barão Vermelho; Picassos Falsos; Felinni; Blitz; Blues Etílicos, Cólera; Inocentes.;Ratos do Porão e mais um mundáreu de bandas que deixaram saudades.
Hoje em dia, pode tirar o zóio.

Envelheço na cidade

Em nota divulgada ontem, a banda Ira! anunciou que seguirá caminho sem seu vocalista, Nasi, e que cumprirá "os compromissos assumidos". Nesta semana, Nasi declarou que deixaria o grupo, que conta ainda com Edgard Scandurra, André Jung e Ricardo Gaspa.
A decisão foi motivada, segundo Nasi, por ele ter sido agredido pelo irmão, Airton Valadão Rodolfo Junior, empresário do Ira! -Airton nega a acusação. Os três integrantes entraram ontem com uma ação no Fórum de Pinheiros requerendo a dissolução da sociedade comercial com Nasi.

Tio Lukas tem duas bolachonas do Ira! Clandestinos e Vivendo e não Aprendendo. Curti muito os caras nos anos 80. Eles, a banda brasiliense Plebe Rude e Camisa de Vênus, pra mim, foi o que houve de rock nesses tempos que já não voltam mais (snif).
Mas eu acho que o Nasi não vai desfalcar a jurássica banda porque os demais integrantes também cantam. Além do que, 99% das letras são compostas pelo guitarrista Edgard Scandurra.

14.9.07

Uia! ... a folha de sampa também teve que engolir a pesquisa do IBGE, tadinha.

Casas com computador dobram nos últimos cinco anos, revela pesquisa do IBGE

As famílias que declararam ter computador em casa passaram de 12,3% do total, em 2001, para 22,4% em 2006 --em 2005 eram 18,6%, revela dados do IBGE.
Desemprego tem maior queda em 10 anos, diz IBGE
Mercado tem mais trabalhadores acima dos 40 anos
Número de estudantes no nível superior cresce 13,2%

E agora, Globo, Estadão, Folha, Época, Veja, jabor, lúcia hipólito, mirian leitão, cantanhêde, clóvis rossi ... o que vocês vão dizer amanhã e no final de semana? Por que vocês não dizem que o país está se levantando, apesar desse rolo todo? Por que vocês não admitem que estamos vivendo um momento novo e que as pessoas estão tendo alegria de viver? É ruim pra vocês saber que as pessoas estão comendo melhor, acordando pela manhã e tendo um objetivo de vida? Qual é a de vocês? O que querem, afinal? (Jacomino Pires)

Devo estar ficando louco

Desemprego em 2006 é o menor em 10 anos, aponta Pnad.

índice de desemprego no País em 2006 foi o menor desde 1997. É o que aponta a Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílio (Pnad), divulgada nesta sexta-feira, 14, segundo a qual a taxa de pessoas desempregadas no ano passado foi de 8,4%.

O número de pessoas ocupadas no Brasil somava 89,3 milhões em 2006, com aumento de 2,4% em relação ao ano anterior, com a entrada de 2,1 milhões de ocupados no mercado de trabalho em 1996.

Segundo o gerente da pesquisa mensal de emprego do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), Cimar Azeredo, que também participou da Pnad, a queda no desemprego no ano passado já era esperada, porque houve abertura de vagas no mercado de trabalho, a qualidade do emprego aumentou e o rendimento cresceu. "A queda na taxa reflete uma melhoria do mercado de trabalho", disse. A pesquisa também aponta uma redução do trabalho infantil no País em 2006.

A Pnad é realizada anualmente e é considerada a mais ampla pesquisa sobre o panorama do mercado de trabalho em todo o País, com dados sobre habitação, rendimento e trabalho, associados a aspectos demográficos e educacionais. Foram entrevistadas 410.241 pessoas e pesquisados 145.547 domicílios em todo o Brasil.

Veja também:
População do País está envelhecendo, aponta IBGE
Rendimento da população tem maior alta desde Plano Real
Acesso à internet cresce mantendo disparidades regionais
Número de brasileiros cursando ensino superior cresce 13,2%

O Casa postou isso aí devido ao inusitado. Essa informação saiu no Estadão online!!! O Estadão, um dos arautos do apocalípse e com o pé na Casa Grande desde que o Brasil é isso aí no que se transformou. Dá até medo. Parece até que tem coisa. (Jacomino Pires)

Os donos do mundo

Nova enquete do blog Conversa Afiada: O Globo quer tirar Renan da presidência do Senado. O que mais que O Globo quer?

Nomear Arnaldo Jabor presidente do Senado
37% (232)
Nomear Miriam Leitão Ministra da Fazenda
35% (223)
Nomear Caetano Veloso Ministro da Cultura
2% (11)
Nomear Galvão Bueno Ministro dos Esportes
8% (52)
Nomear William Bonner Ministro da Comunicação
18% (112)
(Total de votos até agora: 661)

Troféu Sandice

Dia desses comentava-se no programa do Jô as questões referentes a tal crise de liquidez nos mercados financeiros da Europa e dos Estados Unidos, quando Lúcia Hipóliti soltou a seguinte asneira: "Não sei, se teremos operadores no Governo para administrar essa crise, se ela se prolongar". Como assim?? não terá pessoas no Governo capacitadas para administrar essa crise??
Por um acaso, essas pessoas não pegaram o Brasil em crise?? O país não tinha ido 5 vezes ao FMI durante o desgoverno FHC? E o governo Lula não nos tirou do FMI...Quer mais?? Veja os dados do jeito que FHC deixou o país e de como está agora:

1 - RISCO-PAÍS (pontos)
- FHC (Jan/2002): 1.445
- Lula (agosto/2007): 180 (recorde)
2 - JUROS
- FHC (Jan/2002): 25,00%
- Lula (agosto/ 2007): 11,50%%
3 - INFLAÇÃO
- FHC(2002): 12,5%
- Lula(2007): previsão de 4%
4 - DÓLAR R$
- FHC (Jan/02): 3,53
- Lula hoje: 2,10
5 - DÍVIDA EXTERNA (bilhões de US$)
- FHC (2002): 210
- Lula- hoje já há reservas internacionais para pagar.
6- DÍVIDA COM O FMI E COM O CLUBE DE PARIS EM DOLÁR
- FHC (2002): O governo não informou o valor da dívida.
- Lula (2005): 0,00
7-RESERVAS INTERNACIONAIS
-FHC (2002):Us37,8 bilhões
-Lula (2007):U$ 159,040 bilhões
Ou seja, o governo Lula pegou um país em crise e resolveu essa crise.
Ou será, que a Lúcia Hipólito pensa que quem resolveu essa crise foi a politica do terrorismo eleitoral feita por FHC para atráves do medo tentar emplacar o Serra?? ela pode achar ainda que a crise se resolveu sozinha, por um passe de mágica...Agora, pergunto ao leitor ela merece ou não o troféu sandice por falar tanta besteira??
(Morcego Vermelho)

Ô coitada!

Do blog da mal-amada lúcia hipólito, do dia 12, o seguinte à absolvição do renan:
Estou muito infeliz, incapaz de escrever o que quer que seja. Amanhã é outro dia.

Perdão, leitor

Se o deputado Clodovil Hernandez cometer algum delito vai ter direito a Foro Prigileviado.

Viúvas

Paulo Henrique Amorim, no seu blog Conversa Afiada, faz a seguinte enquete:
As viúvas do Renan.Quem chorou mais com a absolvição do Renan?
4097 já votaram. Tio Lukas votou na lúcia hipólito, porque ontem, no seu comentário na CBN, parecia que ela ia chorar mesmo, ou ter uma síncope, sei lá. Deu gosto de ouvir.

Lúcia Hipólito
25% (1037)
Cristiana Lôbo
4% (172)
Dora Kramer
5% (194)
Eliane Cantanhêde
9% (363)
Miriam Leitão
37% (1515)
Mônica Veloso
20% (816

CPMF

Por 13 votos a 5, o governo aprovou hoje de madrugada a prorrogação na CPMF na comissão especial da Câmara.
O relatório do deputado Antonio Palocci (PT-SP) foi aprovado à 1h29 da forma como queria o governo, sem nenhuma alteração. Pelo parecer, a alíquota da CPMF continua em 0,38% até 2011.
Eu, pessoalmente, não me importo de pagar esse imposto. A Fiesp já vai travar uma "cruzada" para continuar o combate ao imposto. Talvez porque a CPMF é um dos poucos impostos que eles não podem sonegar, já que o bicho pega no ato da movimentação bancária.

Frase

"O arqueólogo é o melhor marido que uma mulher pode ter; quanto mais velha ela fica, mais interêsse ele tem por ela."
Da escritora Agatha Marie Clarissa Miller, a Agatha Cristhie, que faria 117 anos amanhã.

13.9.07

Pra quem comia dobradinha....

O noqueiro pode até achar a gente xarope (e somos mesmo, graças a Deus) mas essa foto do ex-metalúrgico acompanhando a rainha Sonja, para um jantar no Palácio real em Oslo, Noruega, é admirável. O FHC, o jabor, o clóvis rossi e lúcia hipólito, entre outros, devem estar sem dormir há uns cinco dias depois de ter visto.

Furacão

Da folha de sampa de hoje:
"O Humberto perdeu força nesta quinta-feira e se tornou tempestade tropical depois de atingir a costa sudeste do Texas, matando uma pessoa e causando ventos de 80 km/h. "
Comentário do noqueiro texano: "Socoooooorrrrooooooo!."

Nóis si diverti

Com relaçao ao novo blog http://www.brocha.blogspot.com/ tivemos quatro usuários que afirmaram não terem conseguido entrar no mesmo. Realmente, na hora H dá um problema na conexão ou no sistema e fica difícil de entrar. Tentem outro dia. (Prof. Firmino)

Gírias das antigas

Sem ter o que fazer, pensei numas gírias que a gente usava nos anos 70.

*Ô lôido!
* O cara é fodau!
* Tesão de argola.
* Tesão de beringela (!?)
* O cara é féla!
* Loki embandeirado
*Cheio de guéri-guéri
* Virou um rebosteio
* Eu vi o poeirão

"Eu vi o poirão" era o meu preferido. Quando alguém falava algo do tipo "O Beto caiu um tombo de bicicleta", sempre tinha um que dizia "Eu vi o Puerão". E a vida continuava.
Deve ter mais coisas. Depois eu coloco mais até o talo.
.

Scaner

Noqueiros e noqueiras, eu não quero interferir sobre a forma da aquisição do scaner feita pelo blog. É uma coisa que precísavamos há tempos, mas, caso se prove as maneiras utilizadas para que ele fosse comprado, tudo cai por terra.
A confiança que tínhamos na mulher do Noca cai por terra; cai na areia; no meio da grama; cai no colonhão; cai na moita, cai em qualquer lugar, desde que ninguém veja. (Aaaaahhhhh!!!).
Bem... voltemos ao scaner comprado pelo Casa. Até o exato momento a dona Noca alega ter deixado de comer por oito dias durante a viagem de ônibus ao Paraguai (mas alguém comeu) a fim de economizar para a compra do scaner e um pacote de isqueiros made in Tawian para acender ainda mais o seu fogo (Aaaaaahhhhhhh!)
Caso esse scaner tenha sido adquirido de maneiras anormais, fora do padrões alfandegários legais e lícitos, sem nota fiscal; caso tenha sido comprado em troca de favores, a preço de banana, quase de graça, devido à atuação da mulher do Noca, só temos uma coisa a fazer: enviá-la de volta pra tentarmos conseguir um câmara digital de última degeneração. Nem que demore mais dois anos. (Luis Nassifu- Do Conselho Econômico)

Agora vai!

O Casa vai complentar dois anos em novembro e até agora a promessa de que seria o melhor blog de Maringá ainda não foi cumprida. (Acho que a gente assistiu a muitos comícios na infância). Vem aí o Scaner!!
Agora é pra valer: Em 15 dias teremos cartuns coloridos e exclusivos no blog, tudo graças à colaboração da mulher do meu amigo Noca (sócio majoritário dessa trolha) .
A dona Noca deu tudo de si até o talo (aaaaaahhhh!!!) para conseguir a grana a fim de conseguirmos adquirir o apetrecho. Ficou 14 meses no Paraguai fazendo uma ponte da amizade colorida com diversos homens a fim de levantar a saia e recursos para a compra da bagaça.
À partir de 28 de setembro a blogosfera local terá uma cara nova. Cara essa com direito a aplicação de botox, que ela trouxe de brinde. (Jacomino Pires- Do Conselho Editorial)

Coisa besta

Placar: 40 Renão x 35 Resim.

Propaganda

"Já imaginou sua vida sem Sansung?". Esse é o slogan da empresa. Você, noqueiro, já parou pra pensar? Já imaginou sua vida sem Sansung? O que seria dessa sua vidinha sem Sansung?
Meu Deus!

12.9.07

Datanoca

Como já dissemos, tamos nem aí pra Renan Calheiros, que pra nós deve ser um safado de marca maior. Mas adoramos sua absolvição no Senado. O Datanoca fez um levantamento da quantidade de papel gasto em denúncias contra o senador. Um dinheirão jogado fora em mais uma burrada da "grande imprensa" durante 43 dias, desde que começou o massacre simultâneo:
folha de são paulo: 248 páginas
estado de são paulo: 227 páginas
revistinha veja: 96 páginas
época: 74 páginas

E o mais legal de tudo isso é que eles acham que um monte de gente leu!!! kkkkkkkkk! (Jacomino Pires)

Manchetona furada

A primeira página da Folha de hoje continha a informação de que 41 senadores se comprometeram publicamente a votar pela cassação de Renan Calheiros. A cassação de Renan Calheiros teve 35 votos.
. Sumiram 6 votos
. 6 votos equivalem a um erro de 15%.
. Assim, quando a Folha disser que a temperatura máxima será de 20 graus, prepare-se para uma temperatura máxima de 17 graus.
. Quando a Folha disser que o São Paulo ganhou do Palmeiras por 3 a 2, admita a hipótese de, na verdade, ter ocorrido um empate de 2 a 2.
. Pelo resultado de hoje, presume-se que as informações da Folha têm um deságio de 15%.
. Provavelmente, a Folha acredita no que os senadores dizem... (do Conversa Afiada)

Mídia, ah... essa mídia

Do blog de Paulo Henrique Amorim:
A absolvição de Renan Calheiros é a maior derrota da imprensa brasileira depois da reeleição do Presidente Lula.
. A Veja, a Globo, o Estadão, a Folha e O Globo e seus inúmeros e inúteis colunistas jogaram todas as fichas na cassação.
. Como ensina o professor Wanderley Guilherme dos Santos, a imprensa brasileira se transformou num partido político (clique aqui).
. E jogou tudo contra um político da base de apoio ao Presidente Lula.
. Renan Calheiros cometeu todos os crimes que 99,9% dos políticos brasileiros cometem.
. Renan Calheiros provavelmente pagou a mulher com quem teve uma filha fora do casamento numa operação idêntica à de outro ex-senador de partido da oposição.
. Sobre a operação do ex-senador, a mídia conservadora (e golpista !) se cala até hoje.
. A mídia conservadora (e golpista !) foi atrás de Calheiros também porque ele é nordestino.
. E a elite branca (e no caso da elite de São Paulo, também separatista) não gosta de ninguém da base aliada do Presidente Lula e muito menos se for nordestino.
. Imagine se Renan Calheiros fosse do Piauí...
. Renan Calheiros não é um santo.
. Mas, o Senado mostrou que a mídia conservadora (e golpista !) pode enfiar a faca no pescoço do Supremo, mas não enfia a faca no pescoço do Senado.
. (E de que adiantou o Supremo deixar os deputados assistirem à sessão ? Nada.)
. Se a mídia conservadora (e golpista !) tivesse o poder de enfiar a faca no pescoço do Senado, quantas cabeças ficariam em cima do pescoço ?
. A mídia conservadora (e golpista !) agora vai dizer que Renan Calheiros não tem condições de presidir o Senado.
. É porque para a mídia conservadora (e golpista !) só valem os 35 votos a favor da condenação.
. O Procon tem a obrigação de interpelar a Veja, a Globo, O Globo, a Folha e o Estadão, que transformaram durante um mês e meio Renan Calheiros num cadáver e enganaram seus consumidores.

Entra lá!

Tio Lukas montou outro blog. É o http://www.brocha.blogspot.com/ . Entra lá!

Chupa, Jabor!!

O Casa furou no prognóstico da cassação do Renan Calheiros. A gente achava que a mídia já tinha dado o veredito. Se ferreram de novo. Tem repórter, colunista e dono de jornal e revista que nem dormem essa noite. Tomaram na tarraqueta.
O plenário do Senado rejeitou nesta quarta-feira o projeto de resolução que pedia a cassação do mandato do presidente da Casa, Renan Calheiros (PMDB-AL). O placar foi: 35 votaram pela cassação de Renan e 40 pela absolvição, além de seis abstenções.

Agora a grande imprensa vai criar o termo 40 Barrabás ou vai bater no 40 ladrões? Tio Lukas não tem nada a favor do tal Renan Calheiros; até achei que ele iria ser jogado na fogueira. Mas me lava a alma saber que o arnaldo jabor- que ontem chamou Lula de burro (como já chamou várias vezes na CBN), a lucia hipólito falando em seu comentário de hoje que o Brasil seria feliz ( caso o alagoano fosse cassado); o clóvis rossi, eliane cantanhede, e mais um monte de vendidos dessa imprensa nojenta se ferraram.
Noves fora um povo do boteco, leitores da Veja, que me azucrinavam por causa do Renan. Volto a repetir: o Renan não é nenhum santo. Mas que me dá um prazer ver esse pessoal ficar com cara de AH É?, isso dá.

Utilidade púbica

O meu amigo Noca, de Sabáudia (sócio majoritário e sargentário do Casa) informa que mudou seu endereço eletrônico para: Noca wmete Arromba Apronto Cutucão Apronto Berreiro.

Cooperativa de tiras

Esta notícia tem cara de anúncio. Mas é notícia. Principalmente para quem faz tiras cômicas.
A Editora Virgo procura autores que queiram participar do sexto livro da série "Tiras de Letra", que publica só tiras nacionais.

"Tiras de Letra na Casa da Vizinha", nome da obra, marca os quatro anos da coleção, organizada pelo cartunista Mário Mastrotti.
Os interessados em integrar a obra, feita em sistema de cooperativa, devem enviar um e-mail a ele (mmastrotti@uol.com.br).

Há outras informações no site da editora. Para acessar, clique aqui.

(Giletado do blog do Gilmar)

Perdão, leitor

Da folha de sampa:
"Após ser flagrado, Lewandowski procura colegas para se explicar"
Comentário do noqueiro: "Tinha que tirar o Lewandowski do STF e colocar o Trazendowski".

Meus sais!

Essa tinha passado batido, até porque eu não leio a revista época. Mas veja aí o tipo que o pessoal assiste na tv.

Ah, a mídia...

O julgamento do senador Renan Calheiros começa às 11 horas desta quarta-feira. Se foi provado algo contra ele de forma concreta ninguém tem certeza; se é culpado ou inocente ninguém sabe.
Mas ele vai ser condenado, anotem aí.
E sabem por que ele vai se ferrar? Por que a grande imprensa já decidiu que ele é culpado.

11.9.07

Erramos

Retocando o post da menina afegã: ela está com o queixo murcho, e não murxo, como saiu. O x da palavra queixo ajudou na confusão. (Prof. Firmino- do Conchelo editorial)

Retoque em Sharbat Gula

Sharbat Gula, a menina afegã que virou a melhor capa da revista National Geographic, remodelada no Photoshop. Uma coisa muito legal de se ver. Aliás, sei lá se é legal. Nesse momento ela deve estar com seu olhos mais tristes e sua boca curvada, e seu queixo já quase murxo. Mas, é interessante ver aí.

Sarandi

Agora à tarde peguei a bicicleta e fui na feira livre da praça da entrada do Borba Gato, comprar umas coisinhas. Um feirante, bom de papo e que eu conheço há tempo, morador no Jardim Panorama, em Sarandi, elogiou o prefeito da cidade mas disse que o Jardim Independência 3 está ao Deus dará. Conversamos um pouco.
" Tem uma turma lá que cria galinha pro sustento e já levaram tudo numa noite só. Maconheiro é o que mais tem e a polícia nunca aparece. Um homem lá [Jardim Independência 3] tava criando porco e numa noite levaram tudo novinho, os leitãozinho. Teve um outro que plantou uns pés de cana e quando tava bom pra colher, foram lá à noite e cortaram e levaram tudinho. O que que tem de drogado não tá escrito. O pessoal fala que de dia dá medo de passar. Eles foram abrindo um monte de bairros sem nada e essa turma foi parando por lá".

Foto

A menina afegã da capa mais famosa da National Geographic [postado no Casa dia desses] foi reencontrada pela equipe da revista britânica após 17 anos. Já não mais uma criança (ela nasceu em 1972 e teve quatro filhas, uma delas morta ainda bebê) Sharbat Gula vive em lugar remoto no leste do Afeganistão, entre as cidades de Jalalabad e Peshawar (no Paquistão).
Steve McCurry, que liderou a equipe de busca em janeiro, fotografou-a pela primeira vez em 1984, em sessão de cinco minutos, num campo de refugiados. "Seus olhos ainda têm a mesma aparência penetrante, com a mesma intensidade", conta o fotógrafo, que afirma tê-la reconhecido imediatamente no novo encontro.

Apesar de manter seu belo olhar verde, Sharbat traz no rosto a expressão da vida sofrida. Mãe pobre, casada com padeiro, perdeu os pais durante a invasão soviética a seu país. Nunca imaginou que sua imagem fosse ícone da história da fotografia. Não gostava da foto porque havia um furo no xale que vestia e lembra de tê-la queimado no fogão.
"Não houve um dia nestes 17 anos em que não tenha recebido alguma carta, e-mail ou ligação de pessoas que quisessem encontrá-la para dar-lhe dinheiro ou adotá-la", conta McCurry, que revela também ter recebido pedidos de homens que queriam casar-se com ela. De acordo com a BBC, o fotógrafo voltou mais de 10 vezes ao Afeganistão para procurá-la.
Além da matéria para a revista, a National Geographic produziu documentário em vídeo e criou fundo beneficente para ajudar meninas afegãs. Ainda está em estudo uma maneira de o sucesso mundial da fotografia auxiliar diretamente Sharbat Gula, que pediu para não ter sua localização exata revelada.

11 de setembro

Hoje faz vários anos que o presidente Lula está cometendo um atentado contra a língua portuguesa.

I beg yor pardon, reader

Como a crise americana afeta as economias mundiais.
Dois gringos conversam:
- E aí, Peter. Vai fazer turismo sexual no ano que vem?
- Nem fudendo.

Bonanza

Hoje faz 20 anos que o ator de rádio, tv e cinema, Lorne Hyman Greene foi cavalgar em outras plagas. Greene era o patriarca do clã dos Cartwright no seriado Bonanza (1959 a 1973 ; 14 anos, 461 episódios).
Apesar de ser um rico fazendeiro, Ben jamais teve sorte no amor. Ficou viúvo três vezes, perdendo as três esposas com as quais teve três diferentes filhos: Hoss, Adam e Joe, todos meio-irmãos, ou seja, irmãos apenas por parte de pai.
Me lembro da música de abertura -uma das mais legais dos seriados dessa época- e eu deitadão no chão da sala vendo a coisa em preto e branco na Telefunken.

O Casa fazendo escola

O Casa publicou uma piadinha medonha sobre a viagem de Lula à Finlândia e enviou para o José Simão, da folha. Ele aproveitou o treco, deu uma garibada e publicou em sua coluna de hoje:

(...) Rarará! E, como disse a dona Marisa: "Depois da Finlândia, vamos visitar a Começolândia?".

10.9.07

Fahrenheit 451

Num futuro hipotético, os livros e toda forma de escrita são proibidos por um regime totalitário, sob o argumento de que faz as pessoas infelizes e improdutivas.
Se alguém é flagrado lendo é preso e "reeducado". Se uma casa tem muitos livros e um vizinho denuncia, os "bombeiros" são chamados para incendiá-la.
Montag é um desses bombeiros. Chamado para agir numa casa "condenada", ele começa a furtar livros para ler. Seu comportamento começa a mudar, até que sua mulher, Linda, desconfia e o denuncia. Enquanto isso, ele mantém amizade com Clarisse, uma mulher que conhecera no metrô.

Ela o incentiva e, quando ele começa a ser perseguido (e preso, segundo a versão televisiva oficial), ela o leva à terra dos homens-livro, uma comunidade formada por pessoas que guardaram seus livros e também eram perseguidos. Essas pessoas decoravam os livros (!!), para publicá-los quando não fossem mais proibidos. Eles são "livros ambulantes". Cada um decorou um livro, na íntegra.

Tudo isto está no filme Fahrenheit 451, de 1966, e é baseado num livro de Ray Bradbury, e dirigido por François Truffaut. Marcelo Bulgarelli me deu um DVD de presente, dias desses.

Tô na captura desse livro faz uns 10 anos mas não acho nem a pau.
Agora, olha só como essas barbaridades estão perto da gente. Hoje eu estava tomando um cerva no boteco e lendo "Um Milhão de Dólares", do Nathanel West (1903-1940) e eis que o Dentinho- um cara com que nunca conversei antes se aproximou:
- É bom lê isso aí?
- Isso aí o quê? - respondi fechando o livro e olhando pra ele (ele é meio chato, como a maioria de nós).
- Eu tenho um monte de livro em casa. Precisava vender- disse.
Falou que tinha uns livros "grossos" e mais um montão que um primo dele lhe deu quando pintou a casa. Falei pra ele ir nos sebos, já alertando que os caras exploram a gente até o talo na hora de dar o preço.
- Deve ter uns 50 nas caixas, se eu conseguir uns vintão tá bom demais.
Dentinho mora na Vila Esperança. Fosse mais perto eu até ia ver o acervo. Vai que tem coisa rara.
Mas eu fiz esse preâmbulo (putz) pra contar o que ele me falou no final do papo:
- Era pra ter uns cem livros lá em casa, mas uma vez um meu cunhado foi lá e a gente foi fazer churrasco. Ele acendeu a churrasqueira com um monte de livro. Ia arrancando as páginas e jogando no fogo. Acho que queimou uns 30.
E falou isso como se fosse uma coisa natural, só pensando nos "vintão" pra gastar em cachaça.
(P.s.: 451 graus Fahrenheit é o grau da temperatura em que o papel se incendeia)