12.6.10

O jogo mais difícil do mundo

Você tem que completar 30 níveis em que o objetivo é chegar até o ponto verde da fase e pegar todas as bolas amarelas> O único problema é que você não pode encostar em nenhuma das bolas azuis no trajeto. Bota difícil nisso.
Eu não passei do primeiro nível.
Vai encarar? Jogue aqui

10 comentários:

Marcos Sena disse...

Para mim o jogo foi moleza Lukas, veja esta:
Por Andreza Matais, na Folha:
Em 8 de julho de 2005, em meio ao escândalo do mensalão, o então assessor do PT José Adalberto Vieira da Silva foi preso no aeroporto de Congonhas (São Paulo) com quase meio milhão de reais. Uma parte do valor (US$ 100.559,00) que seria destinada ao partido estava escondida na sua cueca, peculiaridade que o colocou no anedotário político. Virou até marchinha de Carnaval.

Cinco anos depois, José Adalberto vive a expectativa de reaver o dinheiro apreendido. Como estratégia, declarou o montante -fruto de propina, segundo o Ministério Público- à Receita. E foi multado em R$ 200 mil. Adalberto mora numa casa simples, em rua sem asfalto, em Aracati (CE), que tem Canoa Quebrada como uma das suas praias famosas. Montou uma pequena mercearia e vende farinha e chinelos a clientes que compram fiado e pagam quando recebem o Bolsa Família.

ESTRATÉGIA
Das dez pessoas do caso que respondem a processo, ele é o único que continua com os bens apreendidos, embora já haja decisão da Justiça de liberá-los por considerar que o valor baixo de seus bens não cobrirá a ação, caso seja condenado. Após o escândalo, perdeu o emprego de assessor parlamentar e deixou o PT após 17 anos.

Quebrando o silêncio de cinco anos, ele revelou à Folha sua estratégia para recuperar o dinheiro. “Declarei [o dinheiro] porque entendi que tinha que declarar, afinal de contas o dinheiro estava comigo, não pertence a ninguém, então eu declarei como sendo uma doação e pronto. Ninguém vai ouvir da minha boca quem é o doador. Sobre isso não falo.”

Marcos Sena disse...

Hoje está um ótimo e lindo domingo,
A partir de hoje pode-se considerar que temos uma candidatura de oposição ao lixo que é o PT que ai está ditando regras e cometendo crimes na barbas da justiça a todo momento. Serra disse o que precisava dizer e agora é só manter a coerência e continuar mostrando a diferença entre ele e aquela candiata. Com Serra, o Brasil pode mais! Fora Lula/dilma.
SERRA 2010.

Wilson Alves disse...

Eu passei da terceira! Mas, aí veio a quarta bolinha azul e “plaft”...
O Marcos Sena mostrou-nos uma cena de suposta corrupção em 2005, que provavelmente foi dinheiro de caixa 2, ou seja, dinheiro não contabilizado para campanha política. Diga-se, de passagem, se era isto ou aquilo nunca ficou provado.
Nem é preciso dizer que o tal de caixa 2 é recurso de todo e qualquer partido brasileiro, mormente enquanto não houver uma reforma política e que esta estória só tomou grandes proporções porque era interesse dos barões da mídia destruir o governo democrático de Lula.
Aliás, foi o próprio Presidente Lula quem mandou que se apurasse todos os indícios de malversação do erário, inclusive, já havia nomeado como Procurador da República alguém sem ligação alguma com o Partido dos Trabalhadores. Era o “cortar na própria carne” que FHC deveria ter feito quando nomeou Geraldo Brindeiro para o mesmo cargo, conhecido por engavetar processos contra o PSDB, PFL (atual DEM) e apaniguados.

Wilson Alves disse...

Porém se é mesmo falar de corrupção, então, vamos perscrutar o cenário político brasileiro como um todo e não nos apegarmos em um caso isolado em 2005 apenas, até porque, atualmente não faltam casos deste tipo.
Eduardo Azeredo (PSDB-MG) foi considerado pelo STF responsável pelo mensalão mineiro. Seu envolvimento com o carequinha Marcos Valério remonta há época bem anterior ao do mensalão conhecido, mas ficou na surdina porque a mídia é aliada da oposição.
Yeda Crussius (PSDB-MG) foi denunciada pelo Ministério Público por corrupção em vários níveis de sua administração, não sofreu impeachment porque montou um circo na Assembléia Legislativa do Rio Grande do Sul, com presidente e relator da CPI sendo parte de seu governo.
José Roberto Arruda (ex-DEM-DF) e (ex- PSDB-DF) foi filmado recebendo propina de um assessor, bem como, vários integrantes de seu governo. Foi tanto dinheiro na meia, na cueca, na bolsa e no envelope que o governador Arruda foi parar na cadeia. Nem é preciso dizer que o DEM é partido umbilicalmente ligado ao PSDB e que o ex- governador Arruda seria o provável VICE de José Serra, tendo este dito numa de suas convenções “Vote num careca e ganhe dois”.

Wilson Alves disse...

Nem é preciso dizer que, mesmo não sendo o José Roberto ARRUDA, ex- PSDB, ex-DEM, ex-governador de Brasília, o VICE de José Serra, ainda assim, se o candidato do PSDB/DEM viesse a ser presidente do Brasil o brasileiro teria mesmo votado num careca e ganho outro... No toba!

Marcos Sena disse...

Caro Wilson Alves,

Serra é o nosso futuro Presidente.
O outro não passa de um líder sindical, um pelego como a maioria.
Fora lula, fora Dilma, fora petralhas. Chega de assalto.

Wilson Alves disse...

Marcos Sena seu argumento é qualquer coisa que se situa entre o inusitado e o extraordinário, mais ou menos assim como um grampo telefônico sem áudio, um encontro sem data, hora e testemunha ou um dossiê sobre algo que todos estão carecas de saber...
É bem verdade que não deixa de ser argumento, tanto que, 5% de brasileiros e a mídia corporativa o repetem, como um mantra, desde 2003, na clara intenção de enganar ao povo brasileiro, não obstante nunca obterem êxito.

Marcos Sena disse...

Caro Wilson Alves(o raivoso),
Serra de um verdadeiro estadista, que faz uma avaliação precisa do presente e tem a visão de futuro que o Brasil precisa.
Precisamos sair da lama petista que atolou o Brasil e Serra abrirá o caminho. Torço por isso todos os dias.

Wilson Alves disse...

Já eu torço pro Vila Nova aqui em Goiás. Não que isto resolva alguma coisa... Mas, que torço, torço!

Marcos Sena disse...

Wilson Alves(o xxxxx) vc torce para o Vila Nova que só leva fumo do Goias e do Atletico...sei não jurassico hehehehe.