8.5.10

Trânsito caótico

"Dei três voltas no quarteirão e não tem lugar pra parar, nem na rua, nem no estacionamento", disse Marco Antônio Perniciote, representante comercial. Ele decidiu, então, parar em local proibido.
Antes dele, em um intervalo de uma hora, o dono de um restaurante contou 12 carros -cerca de 40 clientes- que iam almoçar ali e desistiram.
Essas são declarações de motoristas de São Paulo, e está em matéria de hoje, da folha.

Por causa desses problemas, a prefeitura deverá construir 64 garagens de zona azul, que se somarão às das ruas. A idéia é passar de 34.500 vagas de zona azul para 6o mil. Pelo projeto, a cidade será dividida em dez lotes que serão entregues à iniciativa privada.

É Maringá, amanhã.

3 comentários:

Wilson Alves disse...

Deus livre Maringá dessa doença, bem como, minha querida Aparecida de Goiânia.

Anônimo disse...

Amanhã não, Marcos! Hoje! Não consigo vaga para estacionar no centro, nunca vejo um Vigilante do Poder, ou um Arranca-Grana Oficial para me vender o tal papelzinho de pôr no carro. Aí, me afasto do carro, espero um pouquinho e logo, logo, o sujeito sai detrás do poste ou da árvore com a arma em punho, isto é, a tal caneta e papel da multa. E soube que foram orientados para agir assim. 30 minutos de tolerância e nem um segundo mais! O povo que se dane, pensam os governantes municipais. Que paguem duplamente pelo espaço, porque o preço do espaço já está embutido ns impostos obrigatórios de todos os anos.

Anônimo disse...

Que aconteça mesmo isso. Sinal de prosperidade!!!