14.5.10

Cidade verde

E no mato sem cachorro
A rua pioneiro... (a placa sumiu) fica entre nosso barraco e a Carlos Borges, perto do Bem Bom. Por ali passam diariamente mulheres e crianças que vêm do supermercado. Mesmo de dia o local é ermo, sem movimento. Ideal pra meliantes se entocarem e roubar os transeuntes. Em época chuvosa a prefeitura alega que o mato cresce muito rapidamente. Dá até pra concordar. Mas e agora? A vizinhança tem reclamado.
E igual a esse existem vários terrenos ao redor, tomados pelo matagal e pés de mamona.
E outra: a tal rua sem saída foi aberta há uns três anos.

2 comentários:

Wilson Alves disse...

Oi Lukas...
Fora de brincadeira, quando vi a imagem e o texto embaixo cheguei a imaginar que você iria falar sobre a campanha do PSDB à presidência da república. Pensei que seria sua versão de terra firme à campanha da oposição; na versão marítima PHA chamou a mesma de “nau Tucanic”.

Victor Hugo disse...

opaaa somos vizinhos..
Moro na casa na frente desse terreno ae. Esses dias deu um princípio de incêncio nesta data. Sorte que o mato tava verde