21.10.07

"Justiça"

*Alegando ver "um conjunto de regras diabólicas" e lembrando que "a desgraça humana começou por causa da mulher", um juiz de Sete Lagoas (MG) considerou inconstitucional a Lei Maria da Penha e rejeitou pedidos de medidas contra homens que agrediram e ameaçaram suas companheiras.
A lei é considerada um marco na defesa da mulher contra a violência doméstica.
"Ora, a desgraça humana começou no Éden: por causa da mulher, todos nós sabemos, mas também em virtude da ingenuidade, da tolice e da fragilidade emocional do homem (...) O mundo é masculino! A idéia que temos de Deus é masculina! Jesus foi homem!".
Rodrigues criticou ainda a "mulher moderna, dita independente, que nem de pai para seus filhos precisa mais, a não ser dos espermatozóides".

*Em Bertioga, no litoral de São Paulo, o promotor de Justiça Thales Ferri Schoedl deu 12 tiros contra os estudantes Diego Mendes Modanez e Felipe Siqueira Cunha de Souza, ambos de 20 anos, matando o primeiro e ferindo gravemente o segundo. O promotor, alegou que atirou em legítima defesa contra os jovens que teriam mexido com sua namorada. O cara tá soltinho e recebendo o salário de 10 paus e mio mensais.

*A OAB de São Paulo encampou aquela baixaria do "Cansei", numa atitude claramente política e golpista. Coisa que não cabe à entidade.

*O Ministério Público afastou na quinta-feira do cargo, por 60 dias, o promotor de Justiça Wagner Grossi, 42, que também foi denunciado ao Tribunal de Justiça por triplo homicídio culposo, com agravante de embriaguez, após ter provocado a morte de três pessoas da mesma família em um acidente de trânsito em Araçatuba (530 km de SP) no dia 8. Grossi continuará recebendo seu salário de promotores de R$ 10,5 mil. O cara tava bebaço. E não vai dar em nada.

Caso Cisco: Segundo a PF, os suspeitos devem aos cofres públicos R$ 1,5 bilhão entre impostos não pagos e multas.
Ontem (sábado) apesar de o Ministério Público Federal ter solicitado a renovação da prisão de 15 dos envolvidos, o juiz da 4ª Vara Federal Criminal, Alexandre Cassetari, decidiu renovar apenas seis. Os outros 34 foram liberados.

É uma vergonha e dá nojo ver esse pessoal deitar e rolar

2 comentários:

Quarentão disse...

Como já dizia o velho "deitado" (o mesmo que afirmou que os quatro profetas do mundo são três: Jacó e Geremias") - "Todos são iguais perante a lei, entretanto alguns são mais iguais que os outros!".
Não se assuste se qualquer hora dessas um juiz desses resolver revogar a Lei da Gravidade, as Leis de Mendel até as Leis de Newton.

Anônimo disse...

As vezes nos perguntamos por que aquele cidadão foi ter a coragem de fazer uma coisa dessas ele era uma boa pessoa, só que estava desempregado devendo aluguel atrasado prestações vencendo e cobradores na porta de sua casa, não tendo a menor idéia de como resolver esse problema, quando em total desespero lê uma notícia dessas na íntegra, aí meu companheiro é só ele conseguir por uma arma na mão e o índice de crimes irá aumentar.