12.3.11

Proibitivo

14 comentários:

Zé do Povo disse...

Autoridades e políticos homenagearam o ex-governador de São Paulo Mario Covas na missa em memória do décimo aniversário de seu falecimento no Mosteiro de São Bento, região central de São Paulo. O ex-governador de São Paulo José Serra (PSDB) disse que, dez anos depois de sua morte, Covas permanece um exemplo a ser seguido. "É um homem que vive, de alguma maneira, através de seu exemplo para todos nós. É alguém cuja memória nos estimula nessa batalha pelo Brasil, que não para", afirmou.


O governador de São Paulo, Geraldo Alckmin, fez uma homenagem durante a missa e foi convidado a falar sobre Covas, seu padrinho político. "Como o tempo passa, e como passa rápido. Parece que foi ontem, mas sentimos que seu exemplo continua entre nós. Dedicou toda sua vida ao Brasil e não foi uma luta fácil", afirmou. "Fez uma revolução moral e administrativa que continua, para o bem de São Paulo. Nós não temos o direito de decepcioná-lo. Mario Covas está vivo na memória de todos nós."


O secretário estadual de Meio Ambiente, Bruno Covas, neto do ex-governador, disse que o avô dedicou sua vida à causa política. "Para nós, da família, que emprestamos um parente para a vida pública, num País em que se diz que rei morto é rei posto, em que ser político está associado a tudo que é ruim, como mensaleiros e sanguessugas, dez anos depois da morte de Mario Covas as pessoas vieram aqui com carinho, trazer seu abraço, uma palavra, uma mensagem. É algo muito significativo, que mostra que valeu a pena ele ter dedicado sua vida à causa política."


Também compareceram à cerimônia o vice-governador Guilherme Afif Domingos, o senador Alvaro Dias (PSDB-PR), o senador Aloysio Nunes Ferreira (PSDB-SP), o secretário estadual da Casa Civil, Sidney Beraldo, o presidente nacional do PPS, deputado Roberto Freire (SP) e o rabino Henry Sobel, entre outras autoridades. A viúva, Lila Covas, de 78 anos, não compareceu à celebração. De acordo com Bruno Covas, ela participará de outra missa, a ser celebrada na terça-feira (15), em Santos, em homenagem ao marido, no Santuário Santo Antonio do Valongo, às 19h

Wilsoleaks Alves disse...

Estranha coincidência Zé.
Assim que li o cartaz na porta do açougue: “Miolo de Pelanca”, também lembrei de Mario Covas...

Anônimo disse...

eu to seguindo ceertinho a quaresma..até agora não comi picanha e nem file minõn...agora essa tal de pelanca eu so vou encarar la pelos oitenta... sete

Zé do Povo disse...

Wilson Alves que dava uma de machão aqui no blog, hoje senta no colo do Rosangêlo, vai entender a donzela hehehehehehe.

Dr. José Francisco disse...

No tempo do FHC todo mundo come carne, hoje o pobre come pelanca, ainda bem que tenho dinheiro e querro que o pobre se dane e mora de fome, foi o pobre que elegeu a Dilma.

Maringaense disse...

Cada um faz as suas escolhas, se o pobre quer continuar pobre recebendo esmola do PT que continue votando no PT, eu não preciso deste governo pois tenho plano de saúde, moro muito bem,tenho apto na praia, carro de 80 mil, e sou empresário com um rendimento anual em torno de 800 mil, para que vou preocupar com gentalha que vota em sapo e bruxa, querro mais é que este povo se dane.

Anônimo disse...

É uma vergonha o preço da carne!

OBSERVADOR DAS DITADURAS DAS PSEUDOESQUERDAS disse...

CONCORDO PLENAMENTE COM O DR. FRANCISCO E COM O MARINGAENSE...QUERO QUE O POBRE SÓ COMA CARNE QUANDO MORDER A LÍNGUA...
GOSTAM DE VIVER DE ESMOLAS, ENTÃO ASSIM SEJA....
ENQUANTO ISSO O MOLLUSCO GASTOU QUASE UM MILHÃO NO CARTÃO CORPORATIVO SÓ EM DEZEMBRO DE 2010, E ALEGA QUE ESTES GASTOS NÃO PODEM SER DIVULGADOS...E NÃO PODEM MESMO, POIS COMO IRIA EXPLICAR PRO POVÃO AS CONTAS COM FILÉ MIGNOM, VINHOS FRANCESES E MORDOMIAS.....
POR ISSO O POBRE TEM QUE CONTINUAR POBRE, E CARREGANDO PEDRA....QUEM NÃO USA A CABEÇA, TEM QUE USAR AS PERNAS...

Wilsoleaks Alves disse...

POBREZA:
Falta do necessário à vida; escassez, indigência, penúria.

FATO:
O pobre sempre irá sofrer porque é pobre.

A QUESTÃO:
Não é o pobre ter de sofrer porque votou no PT.
Mas se quando não votava no PT sofria menos ou mais.

PERGUNTA:
Com o PT no poder o povo mais ganhou ou mais perdeu?

O AXIOMA:
O governo não dá nada a ninguém se não tirar de alguém.

O FATO 2:
O PT tirou do rico e deu para o pobre, ou seja, distribuiu e distribui a renda.

A IRA:
O rico está com raiva de o pobre ter aprendido a votar.

dervasio disse...

hahahah...pelo professor mestre doutor com mba e o c* a 4 wilson alves, o pt agora é o robin hood...o cacete, eu NÃO SOU RICO e tenho q sustentar esses vagabundos q ñ keremn trabalhar pq tem : bolsa familia, vale-gas, bolsa-escola, bolsa-tv-a-cabo, bolsa-preguiça, burro sou eu q continuo trabalhando e não faço uns dois barrigudinhos pro governo sustentar toda minha familia

gervasio disse...

ah esqueci de mais um BOLSA...o bolsa-atleta, q pega atletas de ponta com patrocinios milionarios e paga mais de 10 mil por mes, mas ai diriam uns, "ah, mas eles podem trazer o ouro p nos"...ai pergunto E DAI? vai mudar a minha vida o Brasil ganhar o ouro na esgrima(exemplo) nas olimpiadas?, enquanto o ze-bastião q pode ser o recordista mundial, mas como é um ze-ninguem recebera um BAMBA e um BOA SORTE,sou contra qualquer tipo de bolsa, mas ai ate ja xega a ser absurdo...eita seu wilson, q BELA distribuição de renda ne

Wilsoleaks Alves disse...

Dervasio, Gervásio ou seja lá qual for seu nome...
Engraçado você encher-se de propriedade para “instruir-nos” quando não sabe nem escrever o próprio nome. Mas, enfim, coisas da vida. Melhor poder ler o que você escreveu que ser cego, né?

gervasio disse...

é sr wilson, quando não temos argumentos, preferimos falar de um erro de digitação mesmo, afinal, falei coisas sem nexo mesmo ne, essas bolsas são fruto da minha imaginação...alias a respeito do erro no nome, o proprio lukas publicou uma tira esses dias no jornal falando disso...agora vejo q ele tinha razão

Gervasio

Wilsoleaks Alves disse...

A questão Gervásio é que quando o argumento é incoerente e completamente desfocado da realidade a gramática grita.