27.8.10

Livro do Lukas: uma preciosidade

Boas notícias:
Descobri alguns livros de cartuns Demos Graças, lançado, apodrecendo na estante, fedendo e enojando qualquer um que os manuseie.
Tenho alguns exemplares de meu segundo livro de cartuns, Demos Graças, de 2000.

Quem estiver a fim de um exemplar, escreva para lukas@wnet.com.br.
Envio sem custo algum para o babaca, cara de Ah é e trouxa noqueiro esperto e sedento de um humor limpo, cristalino, sem colarinho.

Talvez demore um pouco porque, quando é de graça, qualquer aproveitador, salafrário, muquirana, nó-cego, quebrado pessoa de bom gosto, e que aprecie uma promoção supimpa não perde tempo em mostrar seu apreço por obra tão condenada, vendida em sebos a 1 real a dúzia, denegrida e esculachada aclamad
a pela crítica e gentalha, raça ignara, estúpida e apedeuta o público.

Falando sério: emaizem que eu mando o livro na faixa.

12 comentários:

Anônimo disse...

Eu queroooooooooooo.. como faço?

Anônimo disse...

se for com autógrafo eu quero.

daniel disse...

Me inclua nessa Lukas. Até porque, estudava na UEM quando você fez sua exposição lá, na BCE, e adquiri um exemplar do livro em questão. Um dia, em Campo Mourão, um amigo me mostrou uns cartuns e disse que o cara era o melhor do Paraná. Era de fato bom, mas discordei e disse que você era o melhor que eu conhecia. Resumindo, mandei o livro pra ele , que não te conhecia, e nunca mais recebi de volta. Estou fora de Maringá há 7 anos, mas nos conhecemos no bar do falecido Tio Chico, perto do Flamboyant, onde você morou. Caso queira me ceder um exemplar do seu livro,pode deixar na recepção do Diário, que uma vez por mês ao menos eu vou pra Maringá. Um abraço, e vida longa.

Wilson Alves disse...

Lukas...

Para mim e tenho certeza pra muitos sua obra é bastante importante.
Meus filhos e netos já o conhecem e perguntam do Tio Lukas de Maringá no Paraná. Ter seu trabalho à mão lhes será de muita valia.

Carlos AF De Giovanni disse...

Opa! Tô nessa!!
Quero autografado e entregue pessoalmente! Pode ser?
Obs.: ontem postei alguns comentários que saíram (não sei o que teclei errado aqui... deve ter sido CapsLock.. hehe) como anônimo, desculpe!

nem pensar disse...

quem vai querer isso, só se for pra colorir...?
num é atoa que tá apodrecendo...
eu comprei já faz um tempão, da época que relógio tinha ponteiro, e doei pra uma instituição que cuida de crianças abandonadas...
qual foi minha surpresa....?
vieram devolver, porque poderia diminuir a capacidade cognitiva dos pobres órfãos, e ainda por cima tinha um cunho ideológico não muito adequado a quem nem mãe tinha.
ó dó.....

De Paula disse...

Vou querer um exemplar autografado.
Lukas, ontem fui ao Cesumar, na sala de aula do professor Clóvis, jornalista de O Diário. Ele falou muito bem do seu trabalho para os alunos. Disse que você é um gênio, e gênios como você podem trabalhar em qualquer jornal do País. Como você não estava lá, fiquei orgulhoso por você. Ok? Aproveitei e disse para o pessoal, meio que me achando, que te conhecia. Faço das palavras do Clóvis, as minhas. Precisava te contar isso. Precisva contar aos teus amjigos também.
Abração!
De Paula

Armando disse...

EU TAMBÉM QUEEEEEEEROOOO!!!

Anônimo disse...

me manda o livro por e-mail...é mais barato

Joel disse...

Opa,também quero Lukera..

Anônimo disse...

Honestamente, gostaria, mas como se moro na Dinamarca?

Entao, é "comer c/ os olhos e lamber c/ a testa",é,
diria minha saudosa avó, a espertíssima d. Clarice.

Inté,
Murilo

Anônimo disse...

Ebá...to dentro.
Mas só quero se for altografado...hehehhehehe.
Um grande abraço.

Xuxa.