28.7.10

Please don't go

Poxa, Wilson Alves. Não faça assim com o dono do Casa. Outros noqueiros podem não gostar do seu estilo, mas acho que seus textos lucidos e ácidos contribuem muito para os debates por aqui. Teu comentário sobre o Bastião foi censurado por eu achar que suas palavras foram um pouco descorteses no final do texto.
Se eu te contasse quantas mensagens de baixo nível detonando com você eu já deletei...
As portas do Casa estão abertas pra ti. Favor você e Ector limparem os pés.

18 comentários:

Euzinha disse...

Eu mesma ja tive uns "arranca-rabos" com o Wilson aqui, no Casa do Noca. Ofensas, deboches e tudo. Faz bastante tempo, mas eu me acostumei a ler os comentarios dele todos os dias e passei a admira-lo. Parece que ja o conheco.
Wilson, como dizia a dupla Jane e Erondi:
"Nao se va, nao me abandone por favor, pois sem vc ... e o ciume que esta nos separando, pouco a pouco..."

Anônimo disse...

Rapa continua colocando comentários ai, afinal, desta forma, temos como saber que no mundo existem caras assim como você.
Ou seja, totalmente ALIENADO e sem vontade de ver o obvio, continue fazendo esse comentários "IMPARCIAIS" e de "ARTO NIVI".
Elton

Anônimo disse...

Virço, o que aconteceu? Deu lance impensado com o cavalo do Rei? Hai que endurecer pero sin perder la ternura jamás.
Seus comentários são importantes e a hospedagem mais ainda. Não é qualquer um que merece um post especial ou deferência como essa.
Não me decepcione guri.
Ivan

Wilson Chavez pensou e disse...

Wilsinho Alves,

"Não concordo com o que dizes, mas defendo até a morte o direito de o dizeres."

Fiquei até metido a intelectual, parafraseando Voltaire para pedir que voltes.

Lendo muitas besteiras que o Wilson diz aqui, até pensei naquela música do Chico Buarque "O meu Guri" na qual o pai não quer enxergar os defeitos do filho, ou os trata como qualidades. O mesmo pode ser aplicado aos petistas e ao (seu guri) o PT.

O MEU GURI
Chico Buarque

Quando, seu moço
Nasceu meu rebento
Não era o momento
Dele rebentar
Já foi nascendo
Com cara de fome
E eu não tinha nem nome
Prá lhe dar
Como fui levando
Não sei lhe explicar
Fui assim levando
Ele a me levar
E na sua meninice
Ele um dia me disse
Que chegava lá
Olha aí! Olha aí!

Olha aí!
Ai o meu guri, olha aí!
Olha aí!
É o meu guri e ele chega!

Chega suado
E veloz do batente
Traz sempre um presente
Prá me encabular
Tanta corrente de ouro
Seu moço!
Que haja pescoço
Prá enfiar
Me trouxe uma bolsa
Já com tudo dentro
Chave, caderneta
Terço e patuá
Um lenço e uma penca
De documentos
Prá finalmente
Eu me identificar
Olha aí!

Olha aí....

Chega no morro
Com carregamento
Pulseira, cimento
Relógio, pneu, gravador
Rezo até ele chegar
Cá no alto
Essa onda de assaltos
Tá um horror
Eu consolo ele
Ele me consola
Boto ele no colo
Prá ele me ninar
De repente acordo
Olho pro lado
E o danado já foi trabalhar
Olha aí!

Olha aí...

Chega estampado
Manchete, retrato
Com venda nos olhos
Legenda e as iniciais
Eu não entendo essa gente
Seu moço!
Fazendo alvoroço demais
O guri no mato
Acho que tá rindo
Acho que tá lindo
De papo pro ar
Desde o começo eu não disse
Seu moço!
Ele disse que chegava lá
Olha aí! Olha aí!

Olha aí...

Wilson Chavez pensou de novo e disse...

Xará, só tome cuidado com o Ivan quando ele diz que "hay que endurecer"...ele ta te levando pro caminho da perdição...

Anônimo disse...

Tá vendo Virço, enquanto você está aí magoado o parente do presidente da Venezuela está fazendo graça e até falando em caminho da perdição. Repense pois o Lukas é tolerante e você deve ter exagerado ao se expressar como seus contendores, com o fígado.
Ivan

Wilson Alves disse...

Oi Lukas e Turma Noqueira...
Estou de volta!
Um amigo/cliente me ligou, disse que tinha postado um comentário aqui no Casa, vim dar uma olhada e vi este post do Lukas, dedicado a mim.
Fiquei envergonhado, não sou dado a melindres, mas também envaidecido pelo post. Foi legal saber a opinião da Euzinha (gracinha) do Ivan (guerreiro), por que não do Elton e Wilson Chávez? Sem os reaças e as mentiras de Zé Serra essas eleições presidenciais não teriam graça, nem primeiro turno, Dilma seria eleita por aclamação.

Wilson Alves disse...

O Mané, digo, Bastião (nomes quase idênticos) não conseguiu seu intento de abrir uma brecha nas fileiras cerradas em defesa de Dilma, porém, não deve desistir, sua tenacidade me será motivadora, há de animar-me mais ainda.
Gostaria de PEDIR, não condicionar, ao Lukas, se puder, que deixe passar os comentários sobre mim, qualquer que seja, a grosseria só depõe contra o próprio agressor.
Tô na área, se derrubar é pênalti.

Wilson Chaves disse...

Não pode um grande amor assim morrer... O que o Casa uniu, não separem os reaça da direitona.
Sempre juntos, Wilson e Ivam!!!

Mooooorrrammm de inveja invejosos!!!

Bastião disse...

Parceiro.

Acho que se você leu o que eu escrevi sabe que votarei na Dilma.

O que não me impede de te achar mala.

Sou palmeirense, e conheço um monte de Palmeirenses malas.

Mas escrevas o quanto quiseres. Só acho que quem muito fala dá bom dia a cavalo.

Abraços.

Henry disse...

Eu sou fã do Wilson!!!
Continue com a gente Wilson!

Wilson Alves disse...

Henry companheiro de luta
Ficarei, sim, na Casa do Noca
Ainda que, de mim, façam paçoca
Os reacionários filhos da... Pátria!

PS. Esse versinho de pé quebrado ficou “engessado” para burlar a censura (rsrs)
Desculpa aí Lukinha

Wilson Chaves - Original disse...

Lukas e companheiros de luta,
tem uns caras tentando se passar por mim aí, usando meu nome.
Isso é próprio de quem não tem personalidade e não merece qualquer consideração.
Caro xará, fico feliz por você ter voltado ao nosso convívio. Apesar de você ser um chato, uma mala e um tonto apoiador dos mensaleiros, eu o apoio irrestritamente pois acreditos em nossos ideais progressistas e socialistas.

E tem mais:
Se me comentário for censurado, eu vou continuar postando do mesmo jeito pois, além de cara-de-pau eu sou um puxa-xaco contumaz como o meu xarazinho.

Wilson Alves disse...

Fique tranquilo, Wilson Chávez, o clone não enganou ninguém. O abestado deveria ter disfarçado citando Tiririca e Reginaldo Rossi ao invés de Voltaire e Chico Buarque.
Mas... É isso Chávez, voltei bastante rápido; não sou de ficar fazendo “cú doce”.
Não dei tempo pra reaçaiada comemorar nem pros amigos sentirem saudades.

Anônimo disse...

Wilson Chaves Original, Imagino que a maioria dos brasileiros foi e está contra os mensaleiros. Alguns deles já pagaram, outros, ainda vão pagar.
Acontece que, precisamos distinguir os criadores do Azeredoduto que, no conluio existente entre os poderes, mantinham a impunidade tanto dos operadores do sistema como das novas vítimas que, não obstante os discursos, caíram como patos. E saíram como ratos. Portanto, na ordem de limpeza dos canalhas desse País, primeiro os maiores. Já não se vende mais sentenças e liminares com a mesma facilidade de antigamente e mestres como o Arruda, estão indo para a cadeia. Alguma coisa mudou. O CNJ, o ministério público e alguns Quixotes da Polícia Federal - os honestos estão com suas cabeças a prêmio - fizeram com que a metástase recrudecesse. Mas ainda não desapareceu e é preciso redobrar os cuidados
Quem tem caixa de campanha depositado em paraísos fiscais com o dólar a R$3,90 e não consegue repatriá-lo e convertê-lo a R$1,70 não está nada satisfeito e já começa - ou seria continua? - a não dizer coisa com coisa. E o desespero se acentua dia a dia.
Note que os superávits e saldos disponíveis que hoje os balanços e a economia demonstram, evidenciam que, em períodos que se rouba mais os balanços apresentam déficits e há grande perda de patrimônio público, com quebradeiras generalizadas do setor público e privado. Veja o risco País no tempo em que se roubava mais e compare-os com os de hoje. Veja a nossa renda per capta para quanto foi.
Ivan

Franz Batista disse...

Seria muita maldade o wilson dexar de tecer comentários, por mode que,
cá pra nois, o cara é bom, sabe alfinetar numa boa, sem baixaria,
na diplomacia, não concordo que ele
se retire deste blog , meu voto é
dele de qualquer jeito.

abraços,

Franz Batista ( de boa)

Wilson Alves disse...

Ei Lukas, o Franz Batista (que não é aquele dono do boteco) é amigo meu e grande pessoa.
Tá comentando agora pela primeira vez, mas sempre entra no Casa do Noca pra se atualizar.
Valeu pelo apoio moral Franz, depois a gente vê aquele desconto no próximo projeto. O trato é esse, você me ajuda no Casa que eu capricho nas casas.
Gente, o Franz é a prova viva do sucesso do governo Lula, é o construtor de muitas casinhas do “minha casa, minha vida”. Na verdade, até reclama um pouco, mas, nem pensa em trocar o time que tá dando de goleada.

Tião Salame disse...

Oi LUkas, sou o açogueiro aqui perto da casa do Wilson Alves. O cara é mala, é um chato de galocha, mas quero que ele continue no blog. Ele sempre compra no meu açougue e paga direitinho. O que ele mais gosta é de levar linguiça quando vem me visitar aqui no açougue.