18.7.10

Carta pró-maconha

A folha de sampa dedicou quase uma página para divulgar carta pública de um grupo de "renomados cientistas" que fala sobre os duvidosos benefícios da maconha. Declaram que o Brasil deveria liberar geral, como fazem alguns países.

Trecho de carta de leitor, desse domingo:
"Esses cientistas certamente não sofreram com filhos que perderam anos de escola, anos de vida, que perderam o emprego várias vezes e o respeito de colegas de trabalho, de amigos e até da família por causa dos problemas decorrentes do uso contumaz dessa droga, como a perda de laços e compromisso com a vida e as pessoas, perda da capacidade para o trabalho pela falta de concentração e perda de memória, envolvimento em acidentes de trânsito e um sem-número de dissabores pelos quais passa uma família que tem um dependente que não consegue se livrar do vício".

7 comentários:

João disse...

Esses idiotas acham que o Brasil tem estrutura cultural corespondente aos países europeus que liberaram a maconha.

Se for liberada aqui, será um desastre. E se vocês acham que diminuiria a criminalidade do tráfico, estão enganados. Traficante ganha dinheiro com cocaína e crack, maconha é só a porta de entrada para essa duas.

É apenas uma questão de "perder a virgindade". Depois de experimentar e gostar de maconha nossos jovens burros vão querer drogas mais fortes, e aí será tarde demais.

Wilson Alves disse...

Esse leitor que escreveu pra FDsP (Folha De são Paulo) tem um filho viciado em maconha que lhe causa transtornos, aos amigos e a sociedade, contudo, se esse indivíduo não fumasse maconha, provavelmente continuaria sendo um estorvo, haja vista que o princípio ativo da canabis sativa não possui a propriedade de moldar o caráter, mas sim evidenciá-lo.

Wilson Alves disse...

Lukas...
Não entendi muito bem a matéria da FDsP (Folha De são Paulo): se trás duvidosos benefícios, então, por que liberar?
Por outro lado, estão discutindo eventuais benefícios da maconha para quiçá liberar seu uso, ainda que restrito, mas, o cigarro e a bebida alcoólica são liberados sem estudo de viabilidade alguma, até porque, que benefício poderia haver em fumar ou beber?

Wilson Alves disse...

Outra estultice por demais declarada é que a maconha seria porta de entrada para outras drogas mais pesadas, entretanto, isto não tem fundamento científico algum.
Da mesma forma que um pode querer avançar ao crack ou a cocaína assim que estiver usando maconha, outro pode elevar as mãos aos céus por haver uma droga menos pior ao organismo que o cigarro, o LSD, a bebida alcoólica ou a cocaína.

renato disse...

Os que querem a liberação da maconha (tradução: as outras drogas tb) são os mesmos que querem voltar ao poder. Governar alienados é mais fácil.

Wilson Alves disse...

Renato...
Acho que você tá fazendo uma confusão danada. Vício algum tem ideologia.
Ou você vai me convencer que as senhoras de Santana ou os membros da TFP reúnem-se “pra puxar um fuminho”, enquanto intelectuais e progressistas da esquerda só tomam umas biritas e coca ligt?

Anônimo disse...

o brasil não vai pra frente pq muitos acham que o Brasil não se compara com os paises da Europa. Com esse tipo de pensamento nunca sairemos da "mesmisse". Tenho colegas que fumam maconha ja faz tempo e não bebem, não fumam e nem usam outras drogas. Já foi comprovado que a maconha até hoje não causou nem uma morte, já as outras...