21.5.10

Cadê os rios de leite e mel?

A população da desintegrada Iugoslávia ainda espera a chegada do prometido grande crescimento econômico e rápido desenvolvimento que viriam com o capitalismo. Há milhões de pessoas pobres e entre 2 e 3% de ricos, segundo estatísticas oficiais.
Leia o artigo em:
Carta Maior

3 comentários:

Anônimo disse...

Estive na Croácia, na Eslovenia e na Sérvia, em 2008 ...

Lamentáveis exemplos do q de pior o capitalismo de bandoleiros (leia-se sem leis), pode fazer.

Qdo leio/escuto/assisto FHC e sua gangue usarem a telefonia celular, como prova de "coisa de 1ro mundo implantada por eles" (sic), morro de rir.
E sinto 1 certa "vergonha inexplicável e internacional".

Celular é coisa recente em qlqr país do mundo, e chegaria ao Brasil, ineveitavelmente, mas nao da maneira q foi imposta.

Veio como promessa de "mundo melhor e mais moderno", e virou mina de ouro ... pros grupos de ladroes q se apoderaram de nossas teles.

Lá, nos Balcans, como no Brasil, tiraram do povo, suas jóias e a venderam a grupelhos estatais de
5ta categoria.

Mas nao era prá privatizar? Entao, porq cacete venderam o q era público p/ empresas públicas, nos 2 casos, de outros países?

E, as mesmas perguntas de 1 amigo croata, cabem a nós brazucas:

1 - Qem arranjou esse dinheiro aos compradores - paupérrimos e/ou insignificantes "grupos econômicos", antes de se apossarem do q era nosso?
2 - Qem conhecia a merda da Telefónica, antes das privatarias?(por exemplo) Era lá 5% da rica, e nao grande emprêsa, como é hoje?

3 - Qdo é q os tais benefícios, prometidos como desculpa p/ venda de nossas teles, chegarao ao povo?

4 - Qdo é q a grana das vendas chegará aos cofres públicos?

E a ex-Yuguslávia (eslavos do sul), vai de uma merda, a uma GRANDE merda geral- concluí.

Detalhe, lá, como no Brasil, ninguém foi prá cadeia, nem o povo se beneficiou da dita privataria.

E eu, qerendo ou nao, associo o o nome deste Nosferatu, ás bandalheiras de FHC.

Inté,
Murilo

Marcos Sena disse...

Este povo morria de fome e repressão onde só 1% dos dirigentes e puxa-sacos viviam bem, defender o comunisto do leste europeu é de uma bestialida tamanha a que continhar com um governo do PT que em 8 anos deu pão e circo ao povo, e a educação óóóóóóóóóóóó.

Anônimo disse...

Onde estão os rios de mel e leite? Que tal perguntar a Stalin, Trotski, Mao, Chavez, Fidel...
No começo do ano, a serviço, estive em Cuba.
Sabe por que lá não há mendigos? Porque não é possível individualizá-los. A população compõe-se de uma imensa massa de mendigos. Você vai pegar um táxi e o motorista, ao perceber que você é estrangeiro, lhe pede, pelo amor de Deus, um sabonete ou papel higiênico (até isso falta). Vai pro hotel e a recepcionista, meio que envergonhada, pergunta se você não tem canetas ou produtos de maquiagem ou mesmo alguma roupa usada que pudesse lhe dar. É a coisa mais triste do mundo. E quem não esteve lá, que pare de falar merda, que pare de falar bem destes regimes totalitários.
Não acredita? Vá lá ver...