12.5.10

Brrrrr!!

A única coisa de bom que eu gostava nos dias frios é que eu comia mais, bem mais. Agora, como não tá tendo jeito, tô odiando esses dias aí, nublados e sem sol. Tem coisas que no frio que judia do vivente. Tirar aquele monte de roupa quando a gente chega em casa; o contato com a cama e seu lençol gelado; lavar o rosto pela manhã; sentar na tampa do vaso; estar com as mãos no bolso quentinho, na rua, e encontrar um conhecido que lhe estende a mão pra cumprimentar; segurar naqueles ferros gelados da circular; nariz ecorrendo e "assado"; na padaria, levar à boca a xicarazinha de café (cai um monte no balcão ou pires); ver cena na Tv de alguém mergulhando n'água; ouvir várias vezes a frase "Se não tivesse ventando tava bom"; bater com um dedo em algo; se tiver cabelo fino, usar touca e ter que tirar em público; andar de bicicleta; cair da bicicleta com a palma da mão no asfalto; lvar lou~ça, etc.
Uma toalha para três
Coisa ruim também é ser o segundo a se enxugar na toalha. Me lembro de meu tempo de garoto. Meu pai era mecânico e, por causa do cheiro de graxa e gasolina que nunca saiam totalmente, tinha um toalha só dele. Minha irmã, pré-adolescente tinha uma apenas pra ela. Aí minha mãe, eu e meu irmãozinho dividíamos uma terceira. O segundo e o terceiro a usar, sofria. A toalha já estava quase pingando, gelada.
Carão
Há uns oito anos eu saí do jornal por volta de 10 da manhã. Um frio de lascar e eu entrei num boteco na avenida Brasil. As donas eram mãe e filha. Esta, loira, uns 18 anos, linda de morrer. Ela estava sozinha e não havia ninguém no bar. Pedi um conhaque e falei: "Tá frio, né? Pra ver se esquenta um pouco". Aí ela foi pegando o litro e falando sem olhar pra mim: "Pra esquentar a gente tem café, leite quente, chocolate...". Não falei nada. Coloquei a grana no balcão, dei uma talagadinha, deixei metade no copinho e zarpei de encontro ao vento. Foi a primeira e última vez que entrei no bar da moça. Vergonha, muita vergonha.

2 comentários:

Wilson Alves disse...

Não entendi o motivo da vergonha, Lukas. Café, leite quente e chocolate, esquentam tanto quanto um conhaque ou... Uma loira linda de morrer.

Anônimo disse...

Essa foi de doer hein Lukas? Quando se é jovem e inexperiente parece que as situações assumem proporções maiores do que são realmente. Se ao menos a guria fosse feia...
Ivan