30.4.10

Discernimento

De leitor da folha de sampa, desta sexta-feira cavernosa:
"Acabo de ler que Lula foi eleito um dos líderes mais influentes do mundo segundo a revista 'Time'.
O presidente do Brasil tem sido elogiado sistematicamente fora do Brasil. No entanto, aqui dentro ele é depreciado pela grande imprensa, apesar de aprovado pela população. É um fenômeno difícil de entender.
Não se trata de enaltecer a figura do presidente, mas sim de reconhecer o valor que ele tem."

7 comentários:

Anônimo disse...

No jornal da globo disseram que o Lula está entre as cem lideranças mais influentes do mundo. Até que foram generosos não o colocando entre as duzentas.
Mas quem teve direito a entrevista foi um dos Mendonças de Baros, xunxeiro da privataria das Teles. E sabe o que ele falou Lukas? Que esse governo o imitou na licitação da Belo Monte. Comparou toda uma infraestrutura de telecomunicações investimentos em satélites e outros que foram entregues a preço de bananas com uma usina que ainda será construída. Francamente...
Ivan

Anônimo disse...

Ao Ivan
Em 2004, por exemplo, Lula estreou na relação em companhia do ditador da Coreia do Norte, Kim Jong-il, e do psicopata Osama Bin Laden.
O coreano atômico reapareceu no ano seguinte ao lado do tirano aprendiz Hugo Chávez. Em 2006, o bufão venezuelano fez parceria com Mahmoud Ahmadinejad. A lista de 2007 reincorporou Bin Laden e abriu vagas para o genocida sudanês Omar al-Bashir e para ditador interino Raúl Castro, eleito gerente-geral de Cuba pelo irmão mais velho. Até o boliviano Evo Morales conseguiu virar personalidade com influência mundial em 2008.
Incluído pela segunda vez na relação da Time, Lula está empatado com Hugo Chávez e Osama Bin Laden.
Parabéns. Falta agora o Mouhamar Kadafi, o ditador do Sudão, o ditador cubano e os caraqs das FARCs apoiados pelo PT.
A lista de 1937 trazia Hitler como o mais influente.

Professor Marcelo Marchine Ferreira disse...

Olá Lukas...

Acompanho diariamente seu blog e já fiz um ou dois comentários em postagens.
O que motivou meu comentário agora é a discussão sobre política por você levantada, especialmente a referente à imagem do nosso presidente.
De início esclareço que não pertenço a nenhum partido e não milito sob qualquer bandeira. Defendo sempre o que acredito ser justo, bom e verdadeiro para todos, quer venha do partido A ou B ou político X ou Y. Minha consciência é minha guia fiel.
Quanto à defesa da imagem do presidente Lula, respeito sua decisão consciente de defendê-la. E acredito que temos que valorizar esse homem que tem certamente todos os méritos de chegar onde está. Mas não podemos "mitificá-lo", torná-lo o herói supremo do povo brasileiro.
Acredito que temos que ressaltar suas qualidades mas ressaltar também suas falhas. Ele não é o todo poderoso e não podemos aceitar a velha demagogia de que suas virtudes compensam suas falhas.
O Lula, nosso presidente, é um ser político antes de tudo e sabe, portanto - e como bom político que é - manipular o imaginário coletivo.
Acredito que qualquer pessoa que creia piamente na salvação apenas por causa daquele que se diz salvador, está fadado a viver em ilusão.
Ele, o nosso presidente, tem falhas como político e elas devem ser criticadas. Ele mesmo foi um grande crítico de seus adversários políticos, não devemos esquecer disto. E as críticas fazem com que as pessoas se lembrem que outros estão olhando e avaliando suas ações. E isso é positivo, porque dota o criticado de compreensão sobre o papel e alcance de suas ações.
Então temos que criticar o Lula sim, sempre que se fizer necessários e sempre que suas ações forem passíveis de crítica.
E concordo contigo também que devemos nos apresentar ao tecermos críticas e que elas tenham mais argumentos de autoridade do que falácias e posturas sentimentais e/ou viscerais.
Abraços.

Anônimo disse...

Anônimo das 10:05, não perca seu tempo comigo.
Quem não podia comprar amendoin, hoje come castanha. Carunchada, é bem verdade, mas é castanha. Carne, só quando a febre afetosa atacava os rebanhos.
Até seguro do carro está conseguindo. E não era essa turma aí que você citou, a responsável pela miséria e pelos saques que se praticam e diminuíram muito. Até "mestre" está indo para a cadeia, assustando outros.
Ivan

Anônimo disse...

Mineral on the rocks

Além de tentar convencer o porralouca Mahmoud Ahmadinejad a desistir da bomba, Lula passará outra aflição em Teerã: o consumo de álcool dá cadeia. Mas uma “mineral” que passarinho não bebe e não deixa bafo, tipo vodca, e em sendo ele “o cara”, quem sabe...

Anônimo disse...

Lukas, no blog Conversa Afiada do Paulo Henrique Amorim sob o post Fábula da espiga de milho, o UrinOL e o Lula na Life, William Lopes Guerra 30/04/10 às 11:07 assim comenta:
Assisti o senador Hélio Costa, no Plenário, rebatendo ao senador Álvaro Dias (que não sabe fazer outra coisa a não ser desqualificar o governo Lula, e Lula, e Dilma), dizendo que já morou nos Estados Unidos 20 anos, correspondente-jornalista, e sabe e conhece como são feitas essas escolhas: por votação dos leitores da revista TIME. É coisa séria. Não é brincadeira. Bem como a CNN, que também indicou Lula como o líder mais influente do mundo. Hélio Costa deu um show e Álvaro Dias ficou com o rabo entre as pernas. Arthur Virígilio havia elogiado Lula, tentando dizer que também existe o peso do Brasil para se chegar a uma escolha assim. Hélio Costa, mais uma vez disse: “O governo Lula, em menos de 8 anos, já tirou 40 milhões de brasileiros da pobreza e alavancou outros 21 milhões saltando de uma clase mais baixa para uma mais elevada”. Por isso o povo que lê a TIME os telespectadores da CNN elegeram Lula o líder mais influente do mundo. Não é só isso: Lula hoje é ouvido pelos maiores líderes do Planeta, especialmente para questões de disputa internacional na área armamentista. Veja o caso do Irã: Lula está sendo elogiado e festejado pelo povo árabe. Pelos europeus. Pelo povo asiático. Hélio Costa foi o máximo. Vai ser governador de Minas Gerais e Dilma presdente do Brasil. Os Demotucanos, em pânico, tenta, desqualificar a TIME, dá para imaginar? Lá, o buraco é mais embaixo. Serra for se queixar com o TSE contra aquela revista, a mais lida na face da Terra, vai entrar pelo cano.

Anônimo disse...

Tem gente que sai da pobreza e ascende um degrau nas classes sociais e imediatamente se esquecem de seus irmãos pobres, se esquecem que há pouco tempo faziam suas necessidades fisiológicas atrás da bananeira e viram "inimigos de pobres", contra Lula e contra o PT, querem esquecer que um dia foram pobres, mal tem uma casinha e um carrinho meia boca e já se julgam ricos, na verdade sonham em fazer parte da elite rançosa que sempre dominou este país desde Cabral, porisso não reconhecem Lula e o PT, apesar de suas falhas, sempre as haverá em qualquer partido político como uma das melhores coisas que aconteceram para os pobres deste país.