26.3.09

Barulheira

Tudo bem que Maringá tá crescendo. Mas... vai crescer lá em Paranacity, Astorga, Itambé, Ourizona. Cresce em Paranaguá, porque não?
Pode até crescer lá pelas bandas do Paraguai. Vai, Maringá! Cresça em Mandaguaçu, Rolândia, Mauá da Serra.
Tem que crescer bem em frente e aos fundos e ao lado da minha casa?
Vai crescer lá em Apucarana ou São José do Rio Preto. Vai fazer barulho e crescer lá em Apucarana, Mandaguari, Peabiru.
Vai crescer lá em Sabaúdia. Cresce, tranforma-se numa monstra e exemplo para todo o país lá em Pitanga, em Campo Mourão, em Ourinhos.
Vira um boom de construções de casas. Faz um sobradão de 375 metros em Ivatuba. Cresce Maringá. Vai minha filha, avante!
Mas cresce beeeeeem longe da minha casa.
Cresce lá na pqp!!

9 comentários:

Anônimo disse...

um cara comentou no blog do rigon que vc é um burguês difarçado, trabalhado pouco, fica nos botecos.

lukas disse...

"Anônimo"... "um cara"... Vocês são ninjas? Conseguem se esconder facilmente. Tenho medo, muito medo.
Nem precisava dar satisfação, mas, vá lá: trabalho cerca de três horas por dia, de forma intercalada.Observo coisas que ocorrem à minha volta. Leio praca.
Vou em boteco, claro. Toda vez que chego com minha bicicletinha sou chamado de burguês disfarçado por todos os presentes.
Toda as vezes que eu e minha esposa chegamos em um mercado com nosso fusca ano 1983 somos chamados de burgueses e nababos, classe alta e dominante.

Anônimo disse...

Lukas,
Também compartilho do mesmo entendimento.
Ridículo mesmo são as fotos apresentando Maringá com seus espigões para o público externo ou o parque do Ingá, quando, na verdade, temos tanta coisa boa além disso, como a Uem, a nossa gente, os nossos costumes, a nossa história etc.
A cidade é boa e confortável para se viver, mas deixa a desejar em muitos aspectos. Do ponto de vista cultural, a cidade é uma lástima, pois é quase nada a atividade cultural. O principal jornal da cidade é horrível, atrelado que está o tempo todo ao poder político de ocasião.
A classe dominante tem perfil eletista, branca e excludente. O recente movimento encabeçado pela principal entidade empresarial da cidade foi um acinte à inteligência do maringaense ao determinar ao prefeito e ao legislativo o veto ao feriado da Consciência Negra, invocando motivação meramente econômica, colocando em quarto plano o mérito da homenagem aos negros historicamente espoliados e marginalizados pelos não negros deste país.
É fato que as pessoas que conhecem Maringá pela primeira vez ficam maravilhados e dizem que aqui seria o lugar ideal para se viver, se tivesse praia, mas para essas mesmas pessoas passo a divagar sobre o outro lado dessa cidade, o que leva esta cidade à vala comum da maioria das cidades brasileiras.
[ZT]

Anônimo disse...

Lukas,
Não perca tempo explicando pois os alpinistas sociais não compreendem a forma ou o jeito de trabalhar do intelectual.
Eles cultuam gente rica, que rouba Prefeituras, e vivem como nababos tomando uísque de 18 e 21 anos, a idade dos seus namoradinhos.
O intelectual não vai parar de fazer reflexões e projeções sobre os dramas das metrópoles, não de suas construções, mas da qualidade de vida (ou falta dela) dos seus cidadãos.
O intelectual trabalha o tempo todo
e os ataques que sofre são sinais de que seu trabalho está surtindo efeito.
Onde a cultura é relegada, até os poucos valores que temos sofrem ameaças constantes. A bem da verdade, tem uma parte da nossa cultura que é incentivada e premiada. A da corrupção. E nesse sentido, até importação de valores de outras cidades as fazemos.
Quem é que não quer um lugar sossegado para morar?
Ivan

Anônimo disse...

Intelectual ???????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????

GILBERTO disse...

Hu hu ... a chapa tá quente , o que importa é que estou voltando de mala e cuia para maringa até o meio do ano . aqui na capitaR a coisa é feia . LUKAS vamos tomar uma gelada em breve e cobrir com a tampinha da garrafa alguns anônimos.

Anônimo disse...

VOCE ESTÁ SENDO MOÍDO DE PAU LÁ NO BLOG DO RIGON, SEU GRANDE "AMIGO"...

Anônimo disse...

Lukas, sou o cara que vc respondeu nessa postagem acima, das 22;02, e fiquei feliz em vc se preocupar com minhas palavras. E confirmar o que te disse. Trabalho praca, tenho uma vida corrida e contada. Já morei em um monte de lugares e conheço boa parte do Brasil e alguns países. E Maringá é a melhor cidade para se viver, porque se aqui tem trânsito ruim, violência, saúda fraca, os outros lugares estão bem piores. Mas continue assim, se vc é feliz, seja vc mesmo.

Tatiana disse...

Olha Lukas, se esse anonimo tivesse conhecido outros lugares e paises com certeza nao gostaria de Maringa. Ir em Buenos Aires ver "tango" e fazer compras no Paraguay, talvez seja o que ele fez.

Eu estou muito feliz em estar longe de toda essa falsidade e gentalha maringaense (excluo alguns como voce, Lukas)

Esta cidade nunca muda. As mesmas pessoas e os mesmos "projetistas" politicos. Ainda bem que os jornais tem fim decretado em breve como ja esta acontecendo com os grandes e tradicionais jornais no mundo. Ainda demora um pouco no Brasil porque o pobre desconhece computador. Se eles pensassem mais, eles utilizariam radios para anunciar e ouvir "classificados".