14.12.07

Precoce


Um comentário:

André disse...

Lukas, vendo essa charge lembrei de um fato que aconteceu no parque exposições no começo dos anos 90.
O pai foi levar o filho e um amigo do filho pra assistirem um show na Expoingá. Estaciona na avenida Guaiapó a sua Belinona bordô ano 1972 que tinha mais massa do que coxinha de rodoviária e mais riscos do que aqueles moldes de roupa que vem em revista de moda. Os três descem do carro e são abordados por um flanelinha:
- Quer que cuida tio?
O homem olha feio pro guardador de carros e fala com voz firme:
- Cuida pra que???
- Vai que alguém risca!
O homem pega a chave do carro e esfrega com toda a força na porta, fazendo um risco que além de tirar toda a tinta do local chega a afundar a lataria (ou seria massa?). Vira-se para o flanelinha, estica o braço em sua direção segurando a a chave com o polegar e o indicador e diz:
- Toma. Agora é a sua vez
O flanelinha arregalou os olhos assustado e se afastou sem dizer uma palavra.