31.8.07

Classe Média - Max Gonzaga e Banda Marginal

Sou classe média.
Papagaio de todo telejornal
Eu acredito
Na imparcialidade da revista semanal

Sou classe média,
compro roupa e gasolina no cartão
Odeio “coletivos” e
vou de carro que comprei a prestação

Só pago impostos,
Estou sempre no limite do meu cheque especial
Eu viajo pouco, no máximo um
Pacote CVC tri-anual

Mas eu “tô nem aí”
Se o traficante é quem manda na favela
Eu não “tô nem aqui”
Se morre gente ou tem enchente em Itaquera
Eu quero é que se exploda a periferia toda

Mas fico indignado com o Estado
Quando sou incomodado
Pelo pedinte esfomeado
Que me estende a mão

O pára-brisa ensaboado
É camelô, biju com bala
E as peripécias do artista
Malabarista do farol

Mas se o assalto é em “Moema”
O assassinato é no “Jardins”
E a filha do executivo
É estuprada até o fim

Aí a mídia manifesta
A sua opinião regressa
De implantar pena de morte
Ou reduzir a idade penal

E eu que sou bem informado
Concordo e faço passeata
Enquanto aumento a audiência
E a tiragem do jornal

Porque eu não “tô nem aí”
Se o traficante é quem manda na favela
Eu não “tô nem aqui”
Se morre gente ou tem enchente em Itaquera
Eu quero é que se exploda a periferia toda

Toda tragédia só me importa
Quando bate em minha porta
Porque é mais fácil condenar
Quem já cumpre pena de vida.

Ouve aí, noqueiro.

4 comentários:

amomino disse...

essa música tem a cara dessa cidade...

camarão disse...

o melhor eh q a musica se encaixa perfeitamente no atual momento politico. mas, se nao estou engando, ela foi feita ha uns 04 anos... q coisa nao?!

amomino disse...

pois é camarão...
pra vc ver q não é de hj a imundisse dessa mistura, mídia interesseira, e pseudo-intelectuais...
Mas como está no próprio link do youtube q eu passei ao Lukas, a crítica não é necessariamente à classe média, e sim a todos q adotam a postura descrita na música, isso foi uma grande discussão lá!
Apesar q a classe q mais se enquadra nesse perfil realmente é uma classe em acenssão, ou com um "padrãozinho" de vida ascendente, oq tbm justifica meu comentario acima, q há muita gente nessa situação aqui em Mga, e q adota essa postura REPUGNANTE em relação a tudo q esta acontecendo.

Lukas disse...

Essa música é de 2005. Pessoalmente eu não tenho nada contra classe tal e tal. Conheço uma turma aí que faz cada coisa que só Deus acredita. Pena que é uma minoria.