11.6.07

RCTV e mídia

A grande mídia é igual aos corruptos

Só com sangue de barata é possível aceitar passivamente a cobertura da grande imprensa à cassação da licença da emissora de televisão venezuelana de RCTV. Em mim produz a mesma repulsa que a corrupção nas instituições políticas. Aceitar que uma rede de TV como a CNN use imagens de um antigo protesto no México como se fossem na Venezuela é tão criminoso quanto o ato em si. Como pode essa imprensa ainda existir?
Não entendo a falta de revolta dos jornalistas.
É alienação ou conivência? Para um jornalista, é vergonhoso em qualquer dos dois casos. Não há nada verdadeiro no noticiário sobre a Venezuela, a não ser um ódio incompreensível por Hugo Chávez. Talvez um ódio de solidariedade com o irmão americano W. Bush, eterno merecedor do escárnio de Chávez como de qualquer outro cidadão razoavelmente informado, tal e qual deve ser todo jornalista.
Porque se trata de mentir descaradamente para o público, negar-lhe informações importantes para julgar. Essa mentira foi desmascarada por vários blogues e pela imprensa alternativa. Está em todos os lugares. Em Londres, saiu um manifesto de apoio a Chávez, assinado por intelectuais, escritores, etc.
Chávez cassou legalmente uma concessão pública porque o detentor dessa concessão nada mais é do que o sujeito que tentou aplicar-lhe um golpe de estado e chegou até a declarar-se presidente. Só isso. Então, não é Chávez o golpista, mas esse magnata da comunicação. E o fez com base na lei – ou seja, quando o prazo da concessão pública expirou.
O pior é que ainda temos de ouvir alguns cretinos a dizer que as ideologias acabaram, só existem na cabeça de dinossauros como eu. Essa guerra pela informação tem alguma outra justificativa senão a luta de classes. A ascensão da esquerda na América do Sul precisa ser barrada, essa é a razão. Vão fazer de tudo para varrê-la do mapa, com a ajuda da grande imprensa.
Por isso eu digo, parem com as drogas. Deixem de ler a Veja, a Falha, o Estrago, o Globo e seu similares. A melhor informação não está nesses veículos. Se é para ler e ouvir mentiras, é melhor que seja de graça. Só o leitor tem o poder de virar do avesso essa mídia brasileira ordinária.
(Blog da Helena)

2 comentários:

rcpxo disse...

Tudo muito certo. É exatamente isso.

Apenas uma pequena correção. Por ocasião do golpe, quem assumiu o poder na Venezuela foi o Carmona que é dono da Televeza, e não o dono da RCTV. É bem verdade que toda a grande mídia estava mancomunada à época do golpe, e que a RCTV teve papel fundamental em sua função de transmitir uma falsa informação ao povo Venezuelano e à comunidade internacional.

Nada que não estejamos acostumados a ver por aqui. Exemplos não faltam.

Jose Telles disse...

Para melhor compreensão do que está a ocorrer na Venezuela, assistir ao documentário A REVOLUÇÃO NÃO SERÁ TELEVISIONADA é tarefa inadiável.

De fato, a imprensa alternativa na internet, como este Blog, é muito importante para fazer frente ao pensamento único que tentam nos impor goela abaixo, sob o patrocínio do Grande Irmão do Norte.