29.3.07

Arrastão

E eu achava que estava cometendo pecado quando furtava alguns chocolates, gibis e canetas Silvapen no anos 70, quando tinha 12 anos e passava fome durante dias. Leia isso e perca totalmente a confiança e a fé no ser humano:
O rabino Henry Isaac Sobel, 63, presidente do rabinato da Congregação Israelita Paulista, foi detido na sexta-feira (23) suspeito de ter furtado quatro gravatas de lojas de grife luxuosas, em Palm Beach, na Flórida (Estados Unidos). Ele chegou a ser encaminhado para a cadeia local, mas foi solto no dia seguinte, mediante pagamento de US$ 3.680.
Nas imagens gravadas pelo circuito interno de segurança do estabelecimento, o cliente (Sobel) aparece dobrando a gravata e, em seguida, deixando o local com as mãos vazias. Mais tarde, o policial reconheceu o rabino na rua como o cliente que havia furtado a gravata. Questionado, ainda de acordo com o boletim de ocorrência, Sobel reagiu imediatamente dizendo que "não havia pego nada".
Segundo o boletim, Sobel chegou a se oferecer para pagar pela gravata antes de admitir o furto.
De acordo com o boletim de ocorrência, a polícia entrou com contato com a Louis Vuitton e confirmou que nenhuma das duas gravatas apreendidas -uma vermelha de US$ 170 e uma rosa de US$ 180- haviam sido compradas.
O mesmo ocorreu na Gucci -uma gravata rosa de US$ 155- e na Giorgio's -uma laranja de US$ 175. O boletim relata que a responsável pela loja Giorgio Armani onde o furto teria ocorrido não pôde prestar informações a tempo. Suspeito de ter cometido três furtos a lojas - o da Giorgio Armani não foi confirmado-, o rabino foi preso e encaminhado à cadeia da cidade. No dia seguinte, ele pagou US$ 3.000 de fiança e US$ 680 referente às gravatas supostamente furtadas e foi libertado.
A notícia foi destaque em todo os telejornais da noite. Vão mudar o nome para rapino?
(Jacomino Pires)

6 comentários:

Daniel disse...

Essa notícia também me deixou com o queixo caído, Lukas. Fico pensando se fose um pastor da Universal. Fariam uma festa como fizeram com a prisão dos bispos da Igreja Renascer. Mas, acho que vai dar em nada.

Anônimo disse...

O furto que uma outra pessoa fez,não faz de voce um inocente não.
Enquanto voce furtava chocolates e canetas, eu comprava-as com dinheiro da mamona que eu pegava no sítio de meu pai.

rcpxo disse...

Aí Maluco,

Acho que uma criança de 12 anos ainda não tá com a noção de certo e errado bem definida.

Se tiver uma pessoa boa por perto orientando, a criança aprende. Se não tiver já viu. Acaba virando político.

Fulwoodhome disse...

Este sujeito nao representa nada dos verdadeiros valor Judaicos. Um grande marketeiro, consegui se envolver com uma 'comunidade ' cega que procurava alguem para dizer o que eles gostam de ouvir, se estivesse usando um kippa e tzizit com uma verdadeiro judeu religioso talvez se lembrasse que sua acoes causaria tremenda dores para o povo que ele se diz 'lider'. Para mim como Judeu brasileiro este 'safado' numca foi meu lider. Este comprotamento eh refletivo de homen que muito fez para destruir ainda mais o Judaismo no Brasil participando de casamenos ecumenicos e numca perdia uma oportunidade para "aparecer". O prior ainda estara para vir. Este cretino so poderia ser ser lider de Judeus que esta deixando o Judaismo morrer no Brasil.

Baron of Fulwood

Anônimo disse...

Bom seria se todos ELES, em vez de se esconder, mostrassem sua verdadeira natureza. Queria ser uma abelhinha com equipamento de gravação e entrar furtivamente nas suas reuniões SECRETAS e depois mostrar toda a podridão ao Mundo!!! Mas sou apenas um tijolo no muro...
Para quem não tem idéia do que estou falando nunca é tarde para pegar a Bíblia e ler em Mateus, capítulo 27, versículos 24 e 25.
Foi exatamente este trecho que proibiram a Mel Gibson incluir em seu filme. Por quê será, hein?

Normal disse...

Voce nunca furtou canetas ou chocolates...Conta outra...

E o anonimo que "pegava" mamona no sitio do pai, nao e inocete tambem nao.Furtar do proprio pai !