25.1.07

Explicando

Jornais, rádios, TVs e a própria polícia noticiaram hoje a prisão de um hacker em Curitiba e que estava lesando uma empresa de Maringá. Tudo errado. Quem utiliza a rede pra prejudicar os usuários é chamado de Craker. O hacker é o cara "do bem". Na verdade, os dois, o hacker e o cracker, são experts em computadores, pessoas que tem domínio e habilidade quando o assunto é programações e sistemas.
Um hacker é um programador inteligente. Um bom "hack" é uma solução inteligente a um problema de programação e "hacking" é o ato de a criar. Um cracker é sim, aquele que todo mundo acha que é o hacker. É alguém que penetra o sistema de computação de outra pessoa, normalmente numa rede; quebra palavras-chave ou licenças em programas de computadores; e de outras maneiras possíveis quebra intencionalmente a segurança de sistemas.
Zefinimos?

11 comentários:

Anônimo disse...

É isto aí, mas as pessoas inventam significados errados para as palavras e ficam achando que é o certo.
Pior é que vai ficando por isto mesmo.

Souza disse...

Grande explicação Sr. Marcos.
alguns hackers ganham verdadeiras fortunas de grandes empresas exatamente para cuidar da segurança de seus sistemas. O duro é que estes indivíduos não podem nem usufruir deste STATUS.
- Se tentam pegar uma mina ela fala que o pai dela não deixa sair com bandido.
- Se os "homi" ve eled com um carrão, vão logo prendendo e batendo dizendo que ele roubou contas bancárias.

Anônimo disse...

Tá na hora da mídia e as polícias explicarem a diferença entre hackers e crakers. Acho sacanagem isso tudo e virou um balaio de gatos. Nadas a ver uma coisa com a outra.
Legal você levantar a lebre. Tomara que venham correções daqui pra frente por parte da mídia e das polícias.

Anônimo disse...

Discordo de vc, Lukas. Quando a internet foi criada (vc ainda era bebê) o termo hacker era empregado para definir os piratas de computador, aqueles caras bandidos que invadiam sistemas e destruiam ou bagunçavam tudo que encontravam pela frente. Pois bem. Com o passar do tempo, algumas empresas, percebendo a inteligência dos hackers, passaram a contratá-los para proteger seus sistemas. De bandidos, os hackers viraram mocinhos e, então, resolveram criar uma nova denominação para os piratas, chamando-os de crackers. É o mesmo caso de um assaltante mau que fosse contratado por um empresário para protegê-lo e resolvesse transformar o termo assaltante como algo do bem, exigindo o emprego de uma nova denominação para o cara que rouba. É a sociedade criando novas terminologias para melhorar a imagem daquilo que sempre será aquilo. Veja o caso da tuberculose, que passou a ser denominada "Sindome de Kock", do paraplégico, que passou a ser chamado de cadeirante; do mongolóide, que passou a ser chamado de "Criança Especial"...e por aí afora... No fundo, é tudo a mesma coisa...só muda a terminologia...hacker sempre será sinônimo de invasor de sistemas...cracker é para garotada moderna que abomina o antigo e quer nova linguagem...

Anônimo disse...

Cracker é biscoito

Crack é rachadura

Hacker vem de hack (corte, ou aquele que corta)

Anônimo disse...

Cracker é o hacker que fuma crack!

Anônimo disse...

Hacker é uma coisa, craker é outra. Não tivessem diferença não existiriam duas denominações pra esses malucos que mexem o dia inteiro no computador. Dá um tempo aí ô,anônimo das 13:47. É só pesquisar na própria rede o significado das dus denominações. Você embolou o meio-de-campo à toa e escreveu um monte de bobagens.

Anônimo disse...

Agora é cracker...foi o que eu disse. mas no início de tudo, era mesmo hacker...KCT...vcs nascera agora....eu não tenho culpa disso. são langos novos

Fábio Linjardi disse...

A expressão cracker existe faz um tempão, mas a imprensa usa tanto a palavra hacker, que já popularizou.

Anônimo disse...

É duro discutir com imbecis! Ô racinha dura

Anônimo disse...

Ok, cracker e hacker... acho que aqui o nível está baixo... vocês deveriam dsicutir o que são noob e lammers, algo que você se encaixam perfeitamente.