16.10.06

Cada coisa que a gente sonha...

Acabei de terminar minha siesta durante um sonho estranho. Nele eu assistia a um desenho animado (ou era um filme?) em que o narrador contava a história de um homem solitário que morava numa floresta e cuidava e tratava bem os animais silvestres. Certo dia esse homem morreu e alguém, um conhecido, o enterrou no meio da mata. Desde então- continuava o narrador- durante o inverno, os ursos, ao invés de hibernarem em tocas ou cavernas, se reúnem e deitam-se em cima do local para manter o bom homem aquecido.
Não é que eu acordei com os olhos marejados?

Um comentário:

eu disse...

Putz cara. Que coisa de viado!