19.7.06

A pátria de chuteiras

Carta publicada no Painel do Leitor, na Folha de São Paulo desta quarta-feira:

Perdi uma amiga no dia do jogo Brasil e França. Não bastasse o sofrimento da família, de ter perdido um ente tão querido e tão jovem, anteciparam o enterro dela para 14h30 por causa do jogo, mas os funcionários nem chegaram a enterrá-la: abandonaram a família e o corpo para voltar depois do jogo. É o fim da picada: não se pode morrer no dia que o Brasil joga. O ser humano perdeu o respeito, a dignidade e a compaixão para com o próximo. O materialismo impera e o sofrimento humano foi jogado às traças."
ROSANGELA HACK PARISATTO (São Caetano do Sul, SP)

Um comentário:

Anônimo disse...

Your are Nice. And so is your site! Maybe you need some more pictures. Will return in the near future.
»